Windows 11 resolveu os problemas do Windows 10 com ecrãs!

A Microsoft está a aproveitar o Windows 11 para corrigir e melhorar muitos pormenores. Entre as muitas novidades estão as melhorias na experiência de quem utiliza um ou mais ecrãs. De facto é uma excelente notícia. É que em muitos casos ocorriam problemas. Vamos então olhar para o que a Microsoft fez com o Windows 11 para quem utiliza vários ecrãs.

Windows 11 resolveu os problemas do Windows 10 com ecrãs!

Ora quando se utiliza dois ou mais ecrã no Windows 10, surgia por vezes um problema em que os programas ou os separadores eram movidos para uma localização diferente ou então era tudo atulhado num único ecrã. Sobretudo quando os computadores entravam em pausa e os trazíamos de novo à vida.

De facto este problema era muito frustrante. Tanto que até foi assinalado por vários utilizadores. Felizmente e como se viu na última build do Windows 11, a Microsoft lançou uma nova função que permite ao sistema operativo lembrar-se da localização das janelas baseando-se nos monitores ligados.

Assim, se descarregar e instalar a nova versão do Windows quando ela chegar mais tarde este ano, terá acesso a novos controlos de imagem. Para além disso os seus problemas com multi-ecrãs estarão totalmente resolvidos.

O problema resulta do Rapid Hot Plug Detect (Rapid HPD) que está relacionado com o DisplayPort e afeta separadores e janela.

Assim, no Windows 11, o problema com os ecrãs está totalmente resolvido e temos até uma opção para o sistema operativo se lembrar onde tudo estava, como revela a imagem abaixo partilhada pelo site WindowsLatest.

Windows 11 ecrãs

Para além desta novidade temos outra opcional que minimiza as janelas quando o monitor secundário está desligado. Ou seja, isto é sem dúvida uma excelente novidade.

Mas esta não a única nova função ao nível dos monitores.

É verdade que muitos utilizam computadores portáteis para trabalhar. No entanto, outros ligam-nos a monitores externos e é sobretudo aqui que acho que esta nova função é muito importante. É que com facilidade conseguimos reconfigurar as janelas abertas utilizando quatro templates base.

Uma função semelhante foi também colocada no Windows 10. Mas na prática era tudo feito através do teclado e do rato. Embora houvesse também um assistente.

Windows 11 ecrãs

Agora tudo está muito mais simples e no Windows 11 acedemos rapidamente a quatro layouts. Para isso basta colocarmos o cursor do rato por cima do botão maximizar numa janela aberta como refere o site Bleeping Computer.

Depois pode selecionar o local onde quer colocar essa janela. A seguir o Windows 10 pede-lhe para indicar as janelas que vão preencher os outros espaços. De facto, é uma excelente função desenvolvida sobretudo a pensar na produtividade.

Assim podemos ter duas janelas lado-a-lado, com a janela esquerda a ter mais espaço em ecrã. Podemos alinhar lado a lado, dividir por quatro e muito mais.

Ainda não se sabe se a Microsoft vai permitir que os utlizadores criem os seus próprios layouts. Seria algo interessante e dava-se, sem dúvida, ainda mais controlo ao utilizador.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Em destaque

Leia também