Qual é a diferença entre uma gripe e uma constipação?

Infelizmente, a grande maioria da população não sabe distingir gripe de constipação… Tal deve-se a sintomatologia muito idênticas e terapêuticas também elas muito similares.

Para além disso, muitas vezes os medicamentos para a constipação têm terminologias de gripe!

Dito isto, há algo realmente semelhante entre as duas… A origemviral! Assim, ambas as infeções são virais agudas das vias respiratórias. Contudo, por vírus diferentes, o que vai fazer toda a diferença.

Ora bem, vamos à primeira distinção: Vírus diferentes!

gripe, constipação

Enquanto a Constipação têm como agente patogénico viral: Rhinovirus (30-40% casos); Coronavirus, Vírus Sincicial Respiratório, Coxsackie, Echovirus, Parainfluenza e Adenovirus.

A Gripe deve-se a uma infeção pelo vírus Influenza A e B.

No entanto, ambas são muito contagiosas, onde a transmissão pode ocorrer por via aérea, através de gotículas expelidas ao espirrar ou tossir ou mesmo por contacto indireto com objetos contaminados.

Assim, uma vez inalados, os vírus penetram e replicam-se nas células do trato respiratório.

A rápida proliferação ativa os mecanismos inflamatórios de defesa que se manifestam com o aparecimento dos diferentes sintomas. Não havendo complicação, curam-se espontaneamente.

No entanto, alguns grupos especiais (idosos, crianças, grávidas, doentes crónicos e imuno-comprometidos) tem recuperação mais lenta e maior risco de complicações.

gripe, constipação

Mas afinal como posso distinguir uma da outra? Fácil, pelos sintomas!

Início dos sintomas:

Na gripe o inicio dos sintomas efectua-se de forma mais rápida e intensa. Pelo contrário, na constipação, a sintomatologia processa-se de forma gradual.

Sintomas locais nas vias respiratórias:

A sensação de secura ou dor de garganta é comum na gripe mas na constipação é um dos primeiros sintomas, com pico no 2º a 3º dia.

Os sintomas nasais como a rinorreia e/ou congestão nasal são comuns na constipação mas pouco frequentes na gripe. Similarmente, os espirros são comuns na constipação e apenas ocasionais na gripe.

Paralelamente, a tosse pode ser um bom fator diferenciador caso a pessoa consiga distinguir o tipo de tosse que tem. Isto é, na constipação a tosse seca passa a produtiva 3 a 4 dias após o inicio dos sintomas.

Manifestações oculares:

Na constipação verifica-se lacrimejo, quando há manifestações oculares. Na gripe o mais comum é ardor e sensibilidade à luz.

Sintomas sistémicos:

Na constipação a febre não é muito comum contudo, quando existe é considerada uma febre baixa (inferior a 38,5ºC). Pelo contrário, na gripe verifica-se frequentemente febres súbitas e elevadas.

Relativamente a dores articulares, musculares e até de cabeça verifica-se que ocorrem de forma mais intensa na gripe.

Os arrepios e tremores são mais comuns na Gripe do que na constipação.

Por fim, os sintomas torácicos são mais intensos na gripe. Porém, na constipação, manifesta-se com ardor faríngeo.

gripe, constipação

Em suma, podemos concluir que na constipação os sintomas são mais presentes nas vias respiratórias superiores. Enquanto que na gripe incidem mais nos sintomas sistémicos.

No caso de suspeita de infeção é importante saber se a pessoa sofre de alguma doença crónica (ex. asma ou outra doença pulmonar, diabetes, doença de coração, fígado ou rins) pois a recuperação é mais lenta e o risco de evoluir para complicações graves com por exemplo bronquite ou pneumonia é maior. Assim, nestes casos, é importante ponderar ir ao médico.


Leia também:

 

Joana Morais
Desde que me conheço a área da saúde sempre me fascinou, com grande foco na nutrição, desejando melhorar a minha qualidade de vida e a de quem me rodeia. Por isso, decidi enveredar pelo mestrado integrado em Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.