3DMark: Huawei já respondeu às acusações de “batota”


Por em

No início desta semana, o 3DMark removeu várias listagens da Huawei/Honor das suas listas de testes de desempenho. A remoção deveu-se ao facto dos dispositivos Huawei em questão levarem os processadores dos equipamentos para além dos seus limites, de modo a inflacionar artificialmente as pontuações “normais”. Pode ler mais acerca disto aqui.

Hoje, a Huawei comentou esta situação. Embora a empresa não admita qualquer irregularidade, admite que vai dar aos utilizadores a opção de acederem ao denominado “Modo de Desempenho”, que permitiu que os resultados nos testes de desempenho fossem tão altos. Ao dar aos utilizadores o acesso a este modo especial, as pontuações muito altas já vão estar dentro das regras de benchmarking estabelecidas pelo 3DMark.

3DMark: Huawei

Eis a declaração da Huawei na íntegra:

A Huawei e a UL (criadora do 3DMark) trocaram diversos pontos de vista. Em cima da mesa estiveram as práticas de benchmarking. Chegaram a um acordo positivo sobre os próximos passos a seguir.

Nesta conversa, a Huawei explicou que os seus smartphones utilizam um mecanismo de agendamento de recursos apoiado por inteligência artificial. Uma vez que diferentes cenários têm diferentes necessidades de recursos, os mais recentes dispositivos da Huawei utilizam tecnologias inovadoras, como inteligência artificial, para otimizar a alocação de recursos de forma a que o hardware possa demonstrar as suas capacidades ao máximo, atendendo às necessidades dos utilizadores em quaisquer cenários.

A UL entende a abordagem da Huawei. Mas opõe-se a que o “Modo de desempenho” seja utilizado por defeito.

A Huawei respeita o direito do consumidor escolher o que fazer com os seus dispositivos. Assim, em primeiro lugar a Huawei vai dar aos utilizadores um acesso aberto ao “Modo de Desempenho” no EMUI 9.0, para que o utilizador possa escolher quando utilizar a potência máxima do seu dispositivo.

A Huawei e a UL também discutiram as atuais metodologias comuns de testes de desempenho em geral. A UL e a Huawei gostariam de participar num movimento da indústria. O objetivo é então desenvolver padrões de benchmarking que melhor atendam às necessidades dos fabricantes e consumidores.

Assim, para evitar confusão em torno dos resultados atuais de benchmarking, a UL e a Huawei retiraram temporariamente as pontuações de referência de uma série de dispositivos Huawei. No entanto vão voltar a ser colocadas após a Huawei conceder a todos os utilizadores o acesso ao Modo Performance.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Xiaomi Mi 8 SE continua a arrasar o Meizu 16X no AnTuTu

NVIDIA – RTX OFF! Afinal, o Ray Tracing é apenas para a gama alta!

Seguinte