Veículo elétrico bate recorde na corrida das nuvens


Por em

Ainda hoje falámos na Leak acerca de um recorde batido por um SUV no Pico Pikes, ou se preferirem, Pikes Peak (em inglês) e eis que já temos mais uma novidade para vos contar. É que um veículo elétrico também levou a taça para casa com um recorde fantástico.

Depois do anterior recorde pertencer à Peugeot, em 2013, e mais concretamente a um 208 T16 que foi conduzido por Sébastien Loeb e atingiu o tempo de 8:13.878, eis que as atenções se viram para a Volkswagen. É que este fabricante, através de um Volkswagen I.D. R conduzido por Romain Dumas conseguiu o belo tempo de 7:57.148.

De acordo com as estatísticas fornecidas no evento, a velocidade média deste foi de 90.538 milhas por hora, o que se traduz em cerca de 145.707 km/h.

Eis um vídeo sobre o evento!


E então o carro?

O carro que arrasou Pikes Peak é o dito Volkswagen I.D. R, um monstro que debita ~690 cv e 649 nm de binário! Mas mesmo assim, o mais impressionante deste carro é que pesa menos do que 1.200kg! É sem dúvida muito leve para um carro que armazena essas baterias todas! Aliás, em termos comparativos, pesa mais ~200kg do que um Renault Clio.

Pikes Peak? O que é isso?

Pikes Peak é uma montanha situada no estado do Colorado, mais especificamente em El Passo.

O percurso tem uma distância de 19,99km e conta com 156 curvas e com um desnível de 1.440m.

Pikes Peak Vw I.D. R
Fonte: pikes-peak.com

A prova começa na 7ª milha da “Auto Estrada Pikes Peak”, até à sua meta situada a 4.300m de altitude! Conta  com cerca de 7% de inclinação média.

Importa salientar que esta estrada alternava entre gravilha e asfalto, mas após a nova pavimentação implementada em Agosto de 2011, passou a ser apenas asfalto.

Leia também

Ou veja mais notícias de Auto

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Etiquetas
Anterior

Samsung vai apostar tudo ao lançar três variantes do Galaxy S10!

Inteligência Artificial da Adobe já deteta imagens manipuladas

Seguinte