Vale a pena comprar um telemóvel topo de gama do ano passado?

Ter um smartphone topo de gama no bolso é um feeling brutal! Mas hoje em dia, estes aparelhos são muito caros, talvez até caros de mais… E na maioria das vezes acabam por não oferecer novidades suficientes para convencer um utilizador a abrir a sua prezada carteira.

Por isso fica a questão… Com os telemóveis topo de gama a ultrapassarem a afamada barreira dos 1000€, não fará sentido optar pelo modelo do ano passado?

topo de gama do ano passado
Huawei Mate 20 Pro

Dito isto, os telemóveis que mais sucesso fizeram no mercado em 2018 foram:

  • Galaxy S9+ (969€)
  • iPhone XS a (1179€)
  • Huawei Mate 20 Pro (1049€)

Os antecessores destes aparelhos são ainda excelentes máquinas, que ainda hoje serão capazes de o servir muito bem, com uma grande vantagem… São agora muito mais baratos! Mas já lá vamos…

Alguns especialistas vão defender a compra de um modelo de gama média mais atual. Mas será que vale a pena?

Antigamente podíamos muito bem comprar um telemóvel de gama média bastante bom ou muito bom por 200/300€. No entanto, estes telemóveis subiram consideravelmente de preço nos últimos dois anos!

topo de gama do ano passado
Huawei Mate 20 Lite

Um grande exemplo é o Galaxy A8 que tive a oportunidade de fazer análise no início do ano:

Um aparelho que prometia conquistar a gama média, com o ‘simpático’ preço de 509€… Pois bem, se repararem na Análise, foi criticado quanto à performance e preço.

Outro exemplo é o mais recente gama média da Huawei, Mate 20 Lite, que chegou ao mercado a custar 399€! E que embora seja um excelente smartphone, tem um preço longe daquilo que é um telemóvel de gama média ‘normal’.

Em suma, se quer um telemóvel de gama média, com algumas características de gama alta, vai ter de largar uma nota bem mais preta do que há alguns anos atrás.


Então qual é a alternativa? Fácil… Os topos de gama da geração anterior!

No mundo dos Computadores, se gastar mais um pouco em hardware ‘premium’, vai muito provavelmente ter mais tempo sem se preocupar com trocas, devido ao seu ciclo de ‘vida’ maior.

O mesmo acontece no mundo dos Smartphones.

Provavelmente deve ter notado, que todos os reviewers que tiveram o iPhone XS para teste, afirmaram que não valia a pena trocar o iPhone X pelo novo modelo. Similarmente, o mesmo foi dito do Galaxy S8 e Note 8.

topo de gama do ano passado
Samsung Galaxy S8

A razão para isto é bastante simples, a Samsung, Huawei e Apple, não oferecem inovações extraordinárias todos os anos.

Por isso, não faz qualquer sentido trocar de aparelho todos os anos! No fundo, se gosta de ter topos de gama, deve trocar apenas de 2 em 2 anos. (Saltar uma geração é quase sempre a melhor decisão.)

  • (Ou se quer ter as funcionalidades mais recentes, sem gastar muito dinheiro, optar pelo modelo do ano passado.)

Existe também um gigantesco mito, especialmente no mundo Android, que um telemóvel começa a ficar lento após um ano de utilização… Algo que depende imenso do aparelho em questão, bloatware, e otimizações de software feitas pela marca.

Regra geral, com um topo de gama, irá usufruir de excelente performance no segundo ano de uso. (Por vezes muito mais que isso) Muito graças ao SoC topo de gama de que dispõe.

Em paralelo, irá ainda receber prioridade nas atualizações de software e de segurança.


Então e os preços?

Se bem se lembra, referi em cima os preços de alguns dos lançamentos mais importantes de 2018… Vamos agora ver os preços atuais dos seus antecessores:

  • Galaxy S8+ (450€)
  • iPhone X (870€) – Nota: Os equipamentos Apple conseguem reter o seu valor por muito mais tempo.
  • Huawei Mate 10 Pro (450€)

Conclusão

Como mencionámos em cima, os smartphones topo de gama estão cada vez mais caros! Similarmente, os preços dos gama média está também em franco crescimento.

Em sentido inverso, temos os topo de gama do ano passado a descer dia após dia!

topo de gama do ano passado
Mate 10 Pro (esquerda) e Mate 20 Pro (direita)

Nota do Redator – Antes de ter o Huawei Mate 20 Pro, utilizava diariamente um Mate 10 Pro, o seu antecessor!  E posso dizer que foi dos telemóveis que mais me encheu as medidas! Super rápido, bateria extraordinária de 4000mAh, ecrã OLED de 6”, e uma câmera capaz de tirar fotos fantásticas, não ficando assim tão atrás do P20 Pro que saiu em Março, e que reinou os rankings no último meio ano.

Mas mais importante que tudo isto, pode agora adquiri-lo por 450€, basicamente metade do seu preço de há um ano atrás. (Mais 50€ que a versão ‘Lite’ do Mate 20, que em nada se compara a esta ‘beast’.


Em suma, ao comprar um telemóvel de gama média, irá perder várias factores que ajudam na experiência de utilização, como o acabamento do aparelho, funcionalidades extra, fluidez do aparelho propriamente dito, e outros factores nos quais as fabricantes precisam de ‘cortar’ para baixar o preço.

Isto enquanto dispõe de excelentes escolhas, que são ainda capazes de oferecer excelente performance em 2018, a uma fração do seu preço original.