TikTok e Oracle: governo americano pode bloquear acordo!

Ontem, o senador republicano Josh Hawley, um aliado próximo de Trump, divulgou uma carta a solicitar ao CFIUS (Comité de Investimento Estrangeiro dos Estados Unidos) que rejeitasse a cooperação entre a Oracle e a TikTok. O motivo é que “ByteDance não tem intenção de abrir mão do controlo e o TikTok vai continuar sujeito às leis chinesas, colocando os dados dos americanos em risco” e “a proposta viola a ordem executiva do presidente”.

TikTok e Oracle: governo americano pode bloquear acordo!

TikTok e Oracle

A Oracle neste momento é a única hipótese do TikTok

A Oracle é neste momento a melhor solução para a presença desta plataforma chinesa nos Estados Unidos. Assim, Na prática, serve como agente de segurança de dados. Será um parceiro regulador, representando a resolução de questões de segurança nacional dos EUA. Se o plano for bem-sucedido, a Oracle vai fornecer ao TikTok serviços na cloud, semelhantes ao plano de conformidade de dados da Apple na China. No entanto, isto não envolve uma venda direta do TikTok. Além disso, também não transfere a tecnologia principal do TikTok para mão americana.

TikTok e Oracle

Tecnicamente, isto está muito longe do que o presidente dos EUA deseja. Entretanto o contrato entre o TikTok e a Oracle ainda está sujeito à aprovação dos Estados Unidos.

Entretanto a Microsoft já está completamente fora das negociações e até já emitiu um comunicado oficial.

Um concorrente à espreita para dominar o mercado americano

Assim a moda dos vídeos curtos está realmente a aumentar. Durante tantos anos ninguém lhes ligou nenhuma. Sim porque sempre houve hipótese de os fazer. Mas agora é que eventualmente devido ao TikTok ninguém os larga. Prova disso é que até o YouTube já se meteu nisto e resolveu lançar os Shorts. É na prática um formato de 15 segundos.

Na descrição oficial no blog do YouTube, esta plataforma refere que o Short é uma nova experiência vídeo para criadores e artistas que querem capturar vídeos, usando apenas os seus smartphones. A primeira versão está na Índia. Ou seja, analisar o mercado para se verificar se vale a pena lançar em todo o lado. Existem algumas características interessantes que esta plataforma disponibiliza. Logo à partida temos a opção de juntar vários clipes de vídeo. Depois podemos também adicionar música a partir de uma enorme biblioteca que segundo esta plataforma vai continuar a crescer. Pode ler mais sobre isto aqui.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Britney Spears está de volta e a Netflix já revelou o trailer!

É verdade que já não ouvimos falar da Britney Spears como antes. Quer dizer até ouvimos mas não tanto pelas novas músicas mas sim...

Enganou-se? Anule agora mesmo um envio no Gmail!

Já aconteceu a todos enviarmos uma mensagem e depois arrependermo-nos. Isto porque dissemos o que não queríamos ou porque no segundo a seguir verificámos...

(Análise) Deathloop: Um ciclo interminável de caos!

Consegue imaginar andar a repetir o mesmo dia da sua vida, eternamente? Pois bem, está na hora de quebrar o ciclo! Como? Bem, com...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!