Postos de combustível vão ser as próximas vítimas do coronavírus

É fácil dizer que podemos notar um enorme decréscimo no número de carros a circular de um lado para o outro nas nossas estradas, uma tendência causada pela epidemia atual. Pois bem, uma consequência disto, é que a maioria das pessoas que utilizavam o carro diariamente para o trajeto casa-trabalho e para passeios pararam por completo de utilizar o seu veículo. O que se traduz numa fraca procura por bombas de combustível para atestar com gasóleo ou gasolina.



A Pretol Retailers Association, que representa a maior revendedora de combustível no Reino Unido, informou que as vendas de gasolina baixaram em 75% e o diesel em 71%!

coronavirus.Coronavírus

As vendas de combustível podem tornar-se inviáveis!

Portanto, como já deve ter percebido, os postos de combustíveis estão em risco neste momento. Mas o que poderão estar realmente a tremer de medo, deverão ser localizados em zonas rurais que normalmente já tem um fluxo mais baixo de clientes. Assim, se a situação atual não mudar, as consequências vão começar a ser notadas.



Já reparou que o preço dos combustíveis desceu 10, 20 ou 30 centimos por litro?

Possivelmente sim. Estamos a falar da maior baixa que temos nos combustíveis desde 2003, algo que representa outro problema a alguns revendedores. Afinal de contas, quem comprou grandes quantidades de combustível antes da enorme baixa de preço pode sofrer perdas significativas.

postos de combustível

Para tudo continuar a funcionar bem para os condutores, a rede estratégica de postos de combustível vai ser mantida. No entanto, é possível que alguns postos de combustível fechem nas próximas semanas, ou que pelo menos os preços baixem ainda mais.

Em suma, parece mesmo que os postos de combustível poderão ser as próximas vitimas do COVID-19, e quanto mais tempo passar neste estado de emergência, maiores serão as consequências do coronavírus nos variados mercados.



Ademais, o que pensa sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário