Polícia entra no terreno para proteger as lojas da Apple

Uma vez que as Apple Stores normalmente possuem no seu interior dezenas de milhares de euros em produtos eletrónicos, não é uma grande surpresa que por vezes ocorram furtos. A Apple, nos Estados Unidos, sempre equilibrou a atmosfera acolhedora das suas lojas com a inclusão subtil de alguns seguranças. Agora é preciso pulso de ferro para proteger as lojas da Apple.

Polícia entra em campo para proteger as lojas da Apple

É que o gigante da maçã começou a contratar polícias para guardarem as suas lojas e aparentemente os roubos cessaram. A Apple é que está a pagar esta presença policial e como tal não há custos adicionais para o contribuinte.

Isto vem no seguimento de muitos roubos que estavam a ocorrer, sendo que os últimos foram mais mediáticos. Na semana passada, o procurador-geral do estado da Califórnia anunciou acusações contra 17 suspeitos que teriam participado num crime contra lojas da Apple. Usando capuzes, o grupo entrava nas lojas Apple e roubava tudo o que estava em exibição.

Cada roubo rendia 30 mil dólares

Segundo o canal americano ABC7, houve pelo menos 21 roubos neste verão, que chegavam a incidir sob a mesma loja várias vezes. Cada roubo rendia cerca de 30 mil dólares.

Mas apesar do valor dos produtos roubados da Apple possa estar acima de 1 milhão, é provável que os criminosos tenham conseguido muito menos.

lojas da Apple

Os iPhones roubados apenas são bons para peças, já que podem ser bloqueados remotamente e colocados nas listas negras dos operadores móveis. Já os portáteis roubados não poderão utilizar muitos serviços da Apple.

Este é um problema crescente em território americano e não só. É que a existência dos primeiros casos levou outras pessoas a fazer o mesmo resultando em enormes prejuízos para os comerciantes.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também