Huawei Kirin 1000 chega a 5 de Setembro mas não para todos!

Caminhamos a passos largos para o lançamento do novo Huawei Mate 40. Com esta gama chega como habitualmente, o novo chipset da Huawei. Inicialmente especulou-se acerca do nome, ou até se o novo processador Kirin iria mesmo ser realidade, devido aos problemas com os Estados Unidos. No entanto, tudo vai correr como esperado e no caso do Huawei Mate 40 teremos o novo Kirin 1000.

Huawei Kirin 1000 chega a 5 de Setembro mas não para todos!

Este novo processador será apresentado numa versão diferente da IFA, devido à pandemia. Quem revela isto é o leakster @RODENT950 que falou do Kirin 1000. No entanto, este processador pode não ser para todos. É que a Huawei só conseguiu acesso a quinze milhões de chipsets. Ou seja, quando se venderem, terá de se lançar um Mate com outro processador no interior.

Huawei Kirin 1000

Não é surpresa que o Kirin 1000 virá com um chipset desenvolvido com a tecnologia de 5nm. A sua arquitetura inclui núcleos Cortex A78 de alto-desempenho que deverão garantir um aumento de velocidade considerável em relação à versão anterior. O que se sabe é que ele vai ultrapassar o A14 da Apple, pelo menos em preço e custo.

A gama Mate 40, este ano, vai estar disponível em quatro variantes. Dito isto, teremos a versão standard, a Pro, a Pro Plus e uma opção de luxo Mate 40 RS Porsche Design. Quanto à questão do chipset, se os rumores que circulam na Internet se confirmarem todas as versões vendidas fora da China não vão ter o novo Kirin 1000. Em vez disso, terão de se contentar com o Dimensity 1000+. Claro que não sabemos se isto é verdade ou não e só o devemos conseguir confirmar em meados de Setembro ou um pouco mais tarde.

Entretanto e já que falamos nos próximos topos de gama da Huawei, o Mate 40 e o Mate 40 Pro terão algumas diferenças significativas. Logo à partida, a versão Pro tem um design em cascata e quatro câmaras traseiras. A versão mais cara tem ainda uma câmara periscópica.

No entanto, em termos de design serão muito semelhantes.

A ideia dos dois chipsets

Esta ideia dos dois chipsets diferentes pode vir a tornar-se num grande problema para a marca. É que se o facto da Samsung utilizar dois processadores distintos com pequenas diferenças na velocidade já mexe tanto com os utilizadores, como será no caso do Mate em que temos um Kirin 1000 em oposição a um consideravelmente mais fraco Mediatek Dimensity+? Assim só vejo uma solução para preservar a boa disposição dos utilizadores. É que a versão com o processador MediaTek seja significativamente mais barata.

Ligações de interesse: Huawei

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Windows 11: Microsoft acaba de deixar os utilizadores em pânico!

Há coisas que são difíceis de compreender. Como referimos outro dia na Leak, a Microsoft lançou uma nova versão do PC Health Check Tool....

Pokémon UNITE acaba de chegar ao Android e iOS!

Hoje é um grande dia para os fãs de Pokémon que andam sempre com um smartphone pela mão. É que o novo jogo Pokémon...

Spotify: nova versão está a dar cabo da bateria do iPhone!

O Spotify é sem dúvida uma das aplicações mais utilizadas em todo o mundo para se ouvir música. Isto tanto no sistema operativo Android...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!