Novo chipset Huawei Kirin 980 é oficializado na IFA em Setembro

Ontem, juntamente com alguns smartphones e um wearable, a Huawei apresentou também o seu novo processador – Kirin 710 – o primeiro desta empresa que é desenvolvido através de um processo de fabrico de 12 nm. Agora eis que já sabemos que o próximo processador da empresa – Kirin 980, deverá ser lançado na IFA, em Berlim, em setembro deste ano.

O Kirin 980 será o sucessor do chipset Kirin 970 que atualmente está a alimentar os smartphones topos-de-gama da empresa.

Neste momento ainda não existe uma mão cheia de informações acerca do chipset Kirin 980, mas já se sabem algumas coisas. Como já tinhamos revelado anteriormente, o Kirin 980 será fabricado pela TSMC e será feito com mesmo processo de 7nm utilizado no processador A12 da Apple. Além disso, o chipset também vai contar com uma nova Unidade Neural de Processamento, também conhecida por NPU, desenvolvida pela Cambricon Technologies.

Huawei Kirin 980

O novo processador vai fornecer 5 trilhões de cálculos por watt e estará disponível nas variantes dual, quad e octa-core, dependendo do nível de processamento de Inteligência Artificial necessário. Este chipset também terá núcleos A75 da ARM, mas contará com a própria Placa Gráfica da Huawei, a primeira da empresa.

O próximo Kirin 980 deverá alimentar os smartphones da série Mate 20 da Huawei. Espera-s que alimente também a próxima geração de smartphones da série P da Huawei. A listagem no AnTuTu do Mate 20 Pro revela o que o chipset é capaz de fazer, registando uma notável classificação de 356.819 pontos.

Ainda no campo dos processadores, ontem a Huawei apresentou ao mundo o Kirin 710 que é o primeiro chipset de 12 nm da Huawei. O tamanho menor significa que deve haver uma melhora significativa no consumo de energia e no desempenho quando comparado com o Kirin 659 de 16nm.

Em termos de desempenho, a velocidade de um único núcleo do Kirin 710 é 75% maior do que o do Kirin 659, enquanto para o desempenho de vários núcleos, ele oferece um aumento de 68%.

Huawei Kirin 980

O chipset é constituído por quatro núcleos Cortex-A73 com velocidades de relógio de 2,2 GHz e quatro núcleos Cortex-A53 com velocidades de 1,7 GHz. A placa gráfica é uma ARM Mali G5 que é 1,3 vezes melhor que a do Kirin 659 e 1x mais eficiente em termos energéticos.

No novo chipset destaca-se também o suporte para LTE Cat. 12 e Cat. 13 e dual-SIM dual-4G VoLTE.

Para além das especificações técnicas e dos pormenores que já referimos, importa salientar que este processador melhora o funcionamento das câmaras em condições de pouca luz. Destaca-se também o suporte para reconhecimento de cenas e reconhecimento facial.

De momento não foram revelados mais pormenores.

Para além do Kirin 980, a empresa chinesa também está trabalhar noutro chipset – o Kirin 1020, que deverá ser duas vezes mais poderoso do que o atual chipset Kirin 970. Estes chipsets vão apresentar suporte para redes 5G.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Mobvoi mentiu? TicWatch Pro 3 e E3 não têm o SoC Wear 4100+

A Mobvoi é uma das empresas que mais aposta no mundo Google Wear OS, com a sua gama de relógios TicWatch. No entanto, parece...

Conta Google: se receber este aviso pode ficar sem conta!

É muito raro conseguirmos encontrar uma pessoa que não utiliza produtos Google como o Gmail e o Google Fotos, ou que não tem uma...

Enganou-se? Anule agora mesmo um envio no Gmail!

Já aconteceu a todos enviarmos uma mensagem e depois arrependermo-nos. Isto porque dissemos o que não queríamos ou porque no segundo a seguir verificámos...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!