O processo de fabrico de 10nm da Intel foi mais uma vez adiado, o que já não é a primeira vez que acontece desde 2017, ano em que o primeiro processador de 10nm deveria ter chegado ao mercado. Algo que mete um sorriso bem grande na cara da AMD, mas vamos perceber porquê!

Intel AMD 10nm

Um ano depois, parece que a Intel continua com dificuldades ao apontar apenas para 2019 para o lançamento dos processadores ‘Canon Lake’. Em paralelo, a AMD está pronta, e já se prepara para testar os seus chips de 7nm, como podemos ver pelas mais recentes noticias acerca da Radeon Vega 20.

A AMD está pronta tanto no lado dos CPUs bem como no lado dos GPUs, se não acreditam , fiquem a saber que até já sairam a público alguns resultados benchmark do novo chip gráfico Radeon Vega.

De acordo com a CEO Lisa Su

“Temos um GPU de 7nm baseada na arquitectura Vega que vamos testar ainda este ano. Além disso, temos também um CPU de servidor de 7nm que vamos testar também ainda este ano. Claro que em paralelo, temos vários produtos planeados para 2019. Vai ser uma temporada muito ocupada para a AMD, com a chegada de muitos novos produtos. Mas estamos muito satisfeitos com a execução do nosso plano(roadmap)”.

O que quer isto dizer ?

Intel AMD 10nm

Pela primeira vez em muito muito tempo, a Intel não tem a vantagem no processo de fabrico em relação aos seus rivais!

Por isso a empresa apenas pode competir na eficiência do seu design arquitectural para fazer frente a AMD que desde o lançamento da sua arquitectura Zen voltou à corrida, e de que maneira !

Claro que a Intel não está a dormir, por isso já começou a reforçar a sua equipa com o antigo patrão da AMD Radeon ‘Raja Koduri’ e o responsável pelo desenho da arquitectura Zen ‘Jim Keller’.

O CEO da Intel disse o seguinte na última reunião de investidores

“Continuamos a fazer progresso no nosso processo de fabrico de 10nm. Os yields estão a melhorar, mas o ritmo continua um pouco aquém do esperado. Como resultado disso mesmo, a produção em massa vai ser adiada para 2019”.

Conclusão

Num mercado que não pára de crescer e a inovação é chave, ficar parado à sombra da bananeira pode ser bastante perigoso.

Já vimos a AMD a cometer esse erro no passado, voltando agora muito forte, curiosamente na mesma altura em que a Intel parece estar a estagnar.

Aparentemente a AMD irá chegar primeiro ao mercado com um processo significativamente melhor que a concorrência, isto oferecendo mais valor pelo dinheiro gasto em comparação com a oferta da Intel.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.