Apple continua a vender como ninguém !


Por em

Hoje a Apple divulgou os seus dados relativos ao primeiro trimestre do ano, em que superou as expectativas de vendas de alguns produtos e ficou muito perto nos outros, conseguindo um crescimento constante ano após ano.

Quando falamos da Apple é impossível não falar do iPhone, este dispositivo que é o produto que gera mais lucro à empresa, em que foram vendidos 52,2 milhões de unidades durante o período de janeiro a março, o que mesmo assim não superou a estimativa de Wall Street que rondava os 52,4 milhões.

Apple vendas expectativas

Apesar de não superar as expectativas por muito pouco, este número é maior do que as 50,8 milhões de unidades vendidas pela empresa de Cupertino durante o mesmo trimestre fiscal de 2017. Devido aos vários rumores sobre as fracas vendas do topo de linha da empresa, Tim Cook, afirmou que os clientes “escolheram o iPhone X mais do que qualquer outro iPhone a cada semana no trimestre de março”.

Mesmo depois desta declaração de Tim Cook nunca vamos saber ao certo quantas unidades foram vendidas do iPhone X, pois a empresa nunca revela os valores detalhados. Mas visto que a empresa informou um preço médio de venda para o iPhone de 728 dólares, que vai contra as previsões de 740 dólares, pode ser um indício que as vendas do iPhone X não foram deficientes para aumentar a média como era esperado. Mesmo assim a receita atribuída ao iPhone subiu 14% ano após ano.

As receitas não são todas do iPhone

Não nos podemos esquecer do tão conhecido iPad, que a Apple tem tentado renascer. Este vendeu 9,1 milhões de unidades, muito perto das 9,17 milhões de unidades previstas pelos analistas.

iPhone

Já a categoria “outros” que engloba produtos como o Apple Watch, AirPods e o HomePod, tiveram uma receita de 3,9 milhões de dólares, ficando acima das previsões, que apontavam para os 3,7 milhões de dólares. O CEO da Apple ainda fez a observação que o Apple Watch teve um aumento de receita de 50%.

Em relação aos Macs foram vendidos 4,07 milhões de unidades, um pouco menos que as 4,19 milhões de unidades do mesmo período de 2017.

Outra área em que a empresa teve melhores resultados dos que esperados foi nos serviços, gerando uma receita de 9,19 bilhões de dólares, superando os 8,39 bilhões previstos. Relembrar que a área dos serviços é algo em que a Apple está a investir fortemente, e ao que parece está a ter bons resultados.

Resumindo a empresa superou as estimativas de receitas e as suas acções na bolsa também aumentaram, as vendas continuam muito bem para a empresa de Cupertino, registando um crescimento em todos os segmentos geográficos, incluindo um aumento de 20% na Grande China e no Japão.

Resta mesmo dizer que a Apple continua a vender como nenhuma outra empresa tecnológica.

Pode interessar:

Xiaomi Mi 7: Tudo o que sabemos até agora

Google e Fitbit juntas para combater Apple Watch?!

Melhor analista Apple vai deixar de seguir a empresa !

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Apple

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

A Season 4 de Fortnite já começou, mas afinal o que mudou?

Router da TP-Link possui falha de segurança que tarda em ser corrigida

Seguinte