Inicio Especiais Android não fica lento como o iPhone, mas talvez deva ?

Android não fica lento como o iPhone, mas talvez deva ?

Com o lançamento do iOS 10.2.1, a Apple tomou a decisão errada de não informar os seus consumidores acerca dos planos de limitar a velocidade do processador, para salvaguardar eventuais problemas com a bateria.

Agora, muitos dos fabricantes de smartphones Android, estão a aproveitar a imagem negativa que a Apple tem ganho nas últimas semanas. A Motorola, a HTC e a LG já anunciaram, por exemplo, que não limitam a velocidade do processador nos seus aparelhos mais antigos.

O grande caso da maçã lenta

Android

A Apple descobriu que após algum tempo, a bateria de um iPhone pode falhar quando este deixa de conseguir lidar com as aplicações.

O telemóvel simplesmente desliga-se quando percebe que a bateria não consegue dar o pico de energia que o processador necessita.

Por isso a Apple limita a velocidade e por consequência baixa o pico de energia necessário.

A marca já pediu desculpa por não explicar bem o que fez na versão 10.2.1 do seu Sistema Operativo, como já falámos aqui oferecendo um desconto significativo na troca de baterias a partir do iPhone 6, pedindo 29$ em vez dos habituais 79$ durante o ano de 2018.

(ainda não sabemos bem como vai ser em Portugal, visto não termos lojas Apple oficiais)

O Android também faz isto ?

Android

Se as marcas quiserem… sim !

Existem vários elementos na API do Android que tratam da gestão da bateria.

  • API – É um conjunto de rotinas e padrões que permitem a criação de aplicações com acesso a funcionalidades ou dados de um Sistema Operativo.

Possuindo todos estes elementos detectáveis pelo hardware:

  • BATTERY_HEALTH_COLD
  • BATTERY_HEALTH_DEAD
  • BATTERY_HEALTH_GOOD
  • BATTERY_HEALTH_OVERHEAT
  • BATTERY_HEALTH_OVER_VOLTAGE
  • BATTERY_HEALTH_UNKNOWN
  • BATTERY_HEALTH_UNSPECIFIED_FAILURE
  • BATTERY_PROPERTY_CHARGE_COUNTER: Capacidade da bateria em mAh
  • BATTERY_PROPERTY_CAPACITY: Percentagem da capacidade restante da bateria
  • BATTERY_PROPERTY_CURRENT_AVERAGE
  • BATTERY_PROPERTY_ENERGY_COUNTER: Bateria restante em nanowatt/horas
  • BATTERY_PROPERTY_STATUS
  • BATTERY_STATUS_UNKNOWN

A saúde da bateria(“Good” ou “Dead“), indica se a bateria está funcional ou não, no entanto parece ser um pouco limitado, visto que “Good” é demasiado vasto.

Uma bateria Boa(“Good”), pode ser uma bateria completamente nova, ou uma bateria perto da sua morte, não existindo meio-termo.

Estes elementos por si só não são suficientes para perceber se a bateria irá causar problemas na utilização do dia-a-dia ou não.

No entanto…

Android

O Android é completamente capaz de perceber as quedas de voltagem em relação ao consumo actual de bateria.

Os fabricantes podem fazer uso do PMIC dos aparelhos e o Android da informação que obtém da bateria.

  • PMIC – Circuito integrado de gestão de energia

Por exemplo

Os aparelhos Galaxy da Samsung, têm contadores chamados “fg_cycle” e “fg_fullcapnom”, que mostram quantos ciclos de carregamento o aparelho tem e a capacidade máxima atual de bateria que este tem, respectivamente.

Devíamos ter acesso ao controlo de energia dos nossos aparelhos ?

Os fabricantes de telemóveis Android certamente já consideraram fazer o mesmo que a Apple fez no iOS 10.2.1, para evitar os problemas que assolaram o iPhone 6 e 6s.

Mas parece que estes ainda não são um factor significante para começar a limitar a velocidade dos aparelhos.

Android

Será que vamos ter mais controlo na gestão de energia dos nossos aparelhos ?

A Apple já anunciou que irá disponibilizar aos seus consumidores mais informações acerca da bateria numa futura actualização do iOS.

Mesmo que não tenhamos problemas como o telemóvel se desligar, seria espectacular ter mais controlo da bateria, nem que fosse para que esta durasse mais algum tempo, afinal de contas, muitos telemóveis hoje em dia já têm esta capacidade.

Controlo da nossa Bateria

Alguns smartphones já têm uma opção chamada de “Poupança de energia”, que melhora o tempo de vida da bateria ao reduzir a performance e desligando algumas funcionalidades como as actualizações em segundo plano.

Mas já temos exemplos bem mais complexos como o do Razer Phone, que dispõe de uma funcionalidade chamada de “Game Booster” que permite ter mais controlo sobre a performance do nosso telemóvel, até com opções personalizadas por aplicação.

Android

O Android tem a habilidade de monitorizar o seu próprio hardware e os fabricantes são plenamente capazes de oferecer aos seus clientes a habilidade de personalizar o gasto de energia dos seus companheiros no dia-a-dia.

Conclusão

Concluindo, preferem o que a Apple fez, automatizando o processo para aumentar o tempo de vida da bateria, ou preferem ser vocês a escolher o que vai acontecer com o vosso próprio telemóvel ?

Digam o que acham nos comentários em baixo, a vossa opinião é importante ! Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também

Amazfit Band 5: um super-wearable por apenas 45 Euros!

Quando os primeiros wearables apareceram não tiveram uma grande aceitação no mercado. As pessoas ainda não estavam preparadas para os smartwatches, nem para as...

Galaxy S30 com Exynos já não vai levar pancada da Qualcomm

Apesar da situação que envolve o desempenho das versões Europeia e Americana do Galaxy S20 e também do Note, a Samsung vai voltar a...

Quer mais autonomia no portátil? Use o novo Microsoft Edge!

Os browsers são muito esfomeados. De facto a memória sofre muito quando visitamos vários sites e sobretudo quando temos muitos separadores abertos. O processador...

Google PlayStore: sete jogos grátis este fim-de-semana!

É sexta-feira e isto por si só é sempre uma excelente notícia. Agora que o fim de semana está a chegar, é tempo de...

Gboard: preparado para uma grande atualização no design?

A Google tem estado a trabalhar num novo design do Gboard há dois meses. Agora parece que esta novidade já está a chegar aos...