AMD quer aumentar a produção de placas gráficas

Na semana passada, a NVIDIA falou com as lojas para prioritizar a venda de placas gráficas aos gamers, como até já falámos aqui, agora foi a vez da AMD tentar fazer algo para contrariar os preços crescentes, ao aumentar a produção de novas placas.

Como sabem, a raiz da falta de placas gráficas é a procura extraordinários pelos miners, como falámos aqui, o engraçado é que isto foi excelente para a AMD, que com esta procura incessante aumentou a receita no último quarto de 2017 em 34%.

AMD Placas Gráficas

A CEO da AMD Dr. Lisa Su diz:

“Este novo mercado de criptomoedas consome imensas placas gráficas, é uma boa parte do nosso negócio, mas disto isto, muito do crescimento também vem de fora da “blockchain”, a procura também vem dos gamers.

Estamos a trabalhar incessantemente para reabastecer o mercado, a disponibilidade é demasiado baixa actualmente, por isso estamos a aumentar a produção.”

Fabricar mais placas gráficas para fazer frente à procura parece uma solução óbvia, mas é muito mais complicado do que aquilo que aparenta.

A procura é ridiculamente alta actualmente, e o fabrico ainda bastante difícil e moroso, para juntar a tudo isto, a AMD está a ter dificuldades com a escassez de memória GDDR5 e HBM2, como falámos aqui.

Como se estes problemas não fossem suficientes

É perigoso aumentar a produção devido à volatilidade do mercado de criptomoedas, porque assim que existir uma quebra ou mesmo um crash, placas gráficas usadas irão inundar o mercado e assim destruir todo o esforço da AMD.

Pode demorar algum tempo até a AMD conseguir lidar com este problema, mas pelo menos está a tentar fazer alguma coisa para descer os preços ridículos que as lojas andam praticam, seguindo um pouco os passos da NVIDIA.

Entretanto, algumas lojas deram mesmo ouvidos à NVIDIA, tentando limitar a quantidade de placas que uma pessoa pode comprar de uma só vez.