placas gráficas

NVIDIA – Especificações, preço e nomenclatura das novas placas gráficas!

Nas últimas semanas provavelmente ouviu falar sobre a nomenclatura das novas placas gráficas da NVIDIA! GeForce GTX 11 ou GTX 20, eis a questão? Pois bem, nem os parceiros sabem a resposta a esta pergunta!

Além do prefixo, a empresa também não tem a certeza quanto ao sufixo, visto que está a considerar placas como a GTX 1170 e GTX 1175 (ou GTX 2070 ou 2075)!

No entanto, enquanto os nomes ainda não estão decididos vamos separar a nova geração ‘Turing’ por TDPs! Os primeiros lançamentos vão consistir em placas de 120W, 150W e 180W, ou seja, quanto maior o consumo energético, também maior a performance.

Em suma, a placa de 120W deverá ter sufixo GTX 1160 / 1165 ou 1170! A placa de 150W o sufixo GTX 1170 / 1175 ou 1180, e finalmente a placa topo de gama de 180W, deverá ter a nomenclatura GTX 1180 /1185 ou 1190.

Isto se realmente a empresa decidir chamar esta geração GTX 11 em vez de GTX 20.

Contudo, uma coisa é certa, a nova placa gráfica de 120W não irá substituir a atual campeã do segmento preço/qualidade , a GTX 1060, e por isso vai custar significativamente mais que esta!

NVIDIA Placas Gráficas GTX 11 GTX 20

Aliás, a NVIDIA não só não quer substituir a GTX 1060, como vai pedir quase o dobro pela nova placa ‘Turing’ de 120W!

  • NVIDIA GeForce GTX 11/20 120W NVIDIA ~$499
  • NVIDIA GeForce GTX 11/20 150W NVIDIA ~$599
  • NVIDIA GeForce GTX 11/20 180W NVIDIA ~$699-749

Isto enquanto a atual gama ‘Pascal’ vai ter uma baixa de preço

  • GeForce GTX 1080 Ti – Menos ~$100
  • GeForce GTX 1080 – Menos ~$50

Com esta jogada, a NVIDIA está a tentar expandir o seu mercado, ao adicionar um novo segmento de preço. Em suma, em vez de tirar as placas ‘Pascal’ do mercado, vão apenas introduzir novas placas, que irão ficar acima das antigas! Isto em termos de performance, e claro… Em preço!

Memória da próxima geração de placas gráficas GTX 11 ou GTX 20

Duas das três novas placas, irão contar com 8GB de memória GDDR6, enquanto o modelo topo de gama irá chegar ao mercado com a quantidade massiva de 11GB!

Dito isto, já vimos alguns leaks de um protótipo com 12GB de memória e um bus de 384-bits, por isso, é bem provável que esta placa de 11GB seja derivada dessa placa.

Os modelos de 120W e 150W vão contar com ‘apenas’ 8GB de vRAM.

Datas de lançamento

Os parceiros da NVIDIA esperam ter estes três modelos em stock nas seguintes datas:

  • A placa gráfica de 120W chega no fim de Setembro.
  • A placa gráfica de 150 W chega na segunda semana de Setembro.
  • A placa gráfica de 180W chega na primeira semana de Setembro.

Ou seja, a NVIDIA vai lançar a sua nova geração de placas gráficas no fim do verão! Mas claro que pelo menos no início, o stock vai ser tão limitado que vamos ver preços completamente exagerados… Por isso, talvez seja boa ideia esperar mais algum tempo para meter a mão numa destas meninas!



Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Opinião – O que é que a NVIDIA precisa de mudar para o futuro?

Depois de termos falado da Intel e da AMD, temos obrigatoriamente de falar da NVIDIA! A actual líder do mercado de placas gráficas.



Nomenclatura dos placas gráficas

NVIDIA Placas Gráficas

A NVIDIA começou muito forte em Maio de 2016 com o lançamento da GTX 1080, seguida da GTX 1070 em Junho e GTX 1060 em Julho. Uma gama excelente, que ocupava toda as gamas de preços desde os 250€ até aos 600€.

No entanto, no fim do ano de 2016, a NVIDIA lançou a GTX 1060 de 3GB, uma versão com metade da memória RAM! Mas não foi só isto que mudou, pois esta placa tem menos núcleos CUDA, baixando o número de 1280 para 1152.

Em suma, a nova placa tinha o mesmo nome, mas menos 10% de performance e metade da memória RAM…

Chamar esta placa de GTX 1060 acaba por ser uma decisão estranha e até bastante confusa! Ainda por cima quando a contagem de núcleos CUDA não foi publicitada decentemente.

Além disto, parece que a NVIDIA não quis saber de todo o feedback negativo que recebeu em algumas reviews! Pois ainda lançou mais uma GTX 1060 com 5GB de memória. Que mesmo com todos os núcleos CUDA activos, com menos capacidade de memória tem uma largura de banda mais baixa.

Recentemente, a empresa lançou uma versão de 3GB da GTX 1050, que também têm menos largura de banda do que os anteriores modelos de 2GB e 4GB.


Demasiadas versões – GTX 1070 TI, Titan X, GTX 1080 Ti, Titan Xp

NVIDIA Placas Gráficas

Já falámos das versões ‘capadas’ em cima, mas além dessas placas, a NVIDIA também adora lançar novos modelos perto do fim de vida da arquitectura.

Como por exemplo o lançamento da GTX 1070 Ti! Que não é uma má placa, mas parece um bocado inútil no mercado, acabando por confundir os consumidores.

O grande problema ao lançar tantos produtos na mesma geração, é que a NVIDIA acaba quase sempre por tropeçar em si mesma.

Se por acaso comprou uma Titan X no fim do ano de 2016, devia sentir-se como o rei do seu bairro! Afinal de contas com mais 40% de núcleos de processamento CUDA que a anterior topo de gama, a placa era uma autêntica ‘besta’!

Até que a NVIDIA lançou a GTX 1080 Ti 7 meses depois, com a mesma performance por menos 500€! Ah… e passado um mês, lançou a Titan Xp, com mais 7% de núcleos de processamento CUDA que a GTX 1080 Ti, e a custar o mesmo preço da anterior Titan, ou seja 1200€.

Calma lá com esses preços oh Nvidia!

NVIDIA Placas Gráficas

Infelizmente, a NVIDIA pode e cobra o preço que quer pelas suas placas gráficas… Pois a AMD ainda não oferece a concorrência necessária para provocar uma guerra de preços.

Para terem noção, em 2010 a NVIDIA pedia cerca de 500€ pela sua placa gráfica topo de gama, a GeForce GTX 480! O que se repetiu um ano depois com a GTX 580. Contudo, desta vez a empresa lançou a GTX 590 algum tempo depois, por 700€.

Foi aqui que a NVIDIA percebeu que alguns jogadores estão dispostos a gastar qualquer quantia para ter a melhor placa. Pois, quando a série GTX 600 foi lançada em 2012… A topo de gama GTX 690 já custava cerca de 1000€! No entanto, foram um sucesso.

Com a confirmação de que podia vender as suas placas gráficas por 1000€… Em 2013 foi lançada a primeira placa Titan! Depois a primeira Titan com a arquitectura ‘Pascal’ saiu a custar 1200€… E agora a Titan V custa 3000€!

Com o aproximar da próxima geração de placas com a arquitectura ‘Turing’… Muitos jogadores estão com receio do preço da versão topo de gama! com alguns rumores já a apontar para os 1500$…

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Rumores – Nova geração de Placas Gráficas AMD Radeon

A AMD tem estado fortíssima nos últimos tempos, e até já tem todo o seu planeamento traçado para os próximos anos! Bem… menos na parte das placas gráficas, que parece estar um pouco mais à deriva, nomeadamente o segmento de gaming.

Se tem estado atento aos mais recentes rumores, sabe que a empresa tem várias placas gráficas planeadas com o processo de fabrico de 7nm! No entanto, vão chegar primeiro ao mercado de servidores, o que nos deixa a pensar…

Quando é que vamos ter novas placas gráficas para jogos por parte da AMD?


Placas Gráficas AMD Radeon ‘Polaris 30’ no quarto trimestre de 2018

AMD Radeon Placas Gráficas

Vamos falar de três arquitecturas, começando pela AMD Polaris 30! Este GPU ainda não foi visto em qualquer planeamento, nem sequer foi mencionado pela empresa até agora.

Esta nova placa deverá ser a terceira iteração da linha ‘topo-de-gama’ Polaris que teve o seu primeiro lançamento com a Polaris 10 em 2016, seguida pela Polaris 20 em 2017. Estes GPUs devem usar o mais recente processo de fabrico de 12nm FinFET, oferecendo uma melhoria de performance na ordem dos 15% em relação aos GPUs Polaris 20.

Quanto ao facto desta arquitectura não constar em qualquer slide ou planeamento da AMD… Aconteceu exatamente o mesmo com Polaris 20!

Enquanto todos os olhos estavam no lançamento da Radeon RX Vega em 2017, a AMD lançou esta arquitectura para o mercado de média gama! Implementando algumas optimizações ao mesmo tempo que aumentou os clocks para oferecer um produto bastante competitivo no preço.


AMD 7nm Navi para mercado ‘budget’ primeiro, topo de gama com HBM2 mais tarde

AMD Radeon Placas Gráficas

Agora falando da Navi, a próxima geração que realmente deve ter um impacto real no mercado! Arquitectura que pelos vistos foi criada com a Playstation 5 em mente, por isso pode nunca vir a ser aquilo que o mercado de PCs anseia.

O rumor menciona que as primeiras placas gráficas Navi chegarão ao mercado entre 2018 e 2019. Com as primeiras placas baseadas no processo de 7nm pensadas para o segmento ‘budget’. As variantes topo de gama chegariam depois, usando memória HBM2.

O que acaba por ser bastante interessante, pois se os modelos topo de gama vão usar memória HBM2, então os outros modelos vão usar memória GDDR6, que já se encontra em fase de produção em massa pela Micron, SK Hynix e Samsung.

Placas essas que deverão substituir as actuais Polaris de uma vez por todas, o que acaba por explicar o facto da AMD tencionar lançar mais uma vaga destas, enquanto ganha tempo para o lançamento das Navi que deverão chegar bastante tarde.

O que sabemos:

  • A arquitectura Navi 10 vai ser a primeira a chegar, na segunda metade de 2019, ou no início de 2020! Com performance equiparável à actual Vega, mas muito mais eficiente devido ao processo de fabrico de 7nm.
  • Depois a arquitectura Navi 14 será lançada pouco tempo depois.
  • A arquitectura Nave 20 já irá contar com um GPU topo de gama de 7nm, chegando no ano de 2020 ou 2021.

AMD 7nm Vega 20 com 16 GB HBM2 no primeiro trimestre de 2019

Placas Gráficas AMD Radeon

O último detalhe mencionado é acerca de uma eventual Placa Gráfica Vega de 7nm para consumidores. Produto que ainda deverá estar em consideração pela empresa, e pode até nunca chegar a ser uma realidade! Estando dependente da disponibilidade e preço da memória HBM2.

A placa deverá usar todas as vantagens do processo de fabrico de 7nm, bem como frequências de relógio bastante mais altas. Por isso deverá ser bastante mais eficiente, ao mesmo tempo que também deverá contar com uma interface de 4096-bit.

Em vez dos 32GB de memória HBM2 que a variante para servidores possui… Esta versão deverá apenas conter 16GB devido ao custo da tecnologia! E também porque esta quantidade é mais que suficiente para jogos.

No entanto, é bastante provável que esta placa nunca chegue ao mercado como já dissemos em cima, pois chegaria demasiado cara ao mercado!

O que acabaria por ser mais um tiro no pé da AMD, ao tentar competir com a NVIDIA com uma oferta cara e pouco competitiva na performance.

Em suma, a AMD prometeu placas gráficas de 7nm para jogadores já no próximo ano! Agora se será baseada na arquitectura Vega ou Navi, temos de esperar para ver. Eu apostaria na Navi, visto que aparece nos planos oficiais da empresa.

Via

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.