Inicio Android TV transparente da Xiaomi esgotou em segundos apesar do preço!

TV transparente da Xiaomi esgotou em segundos apesar do preço!

A Xiaomi ontem esteve na ordem do dia por três grandes razões. Apresentou ao mundo o novo Xiaomi Mi 10 Ultra, o Redmi K30 Ultra e também a primeira TV transparente do mundo a ser produzida em massa. Pelo burburinho que se criou nas redes sociais era de esperar que este televisor fosse ter sucesso. No entanto, o preço a rondar os 7100 Euros podia afastar muitos utilizadores. Afinal não porque este equipamento esgotou em segundos.

TV transparente da Xiaomi esgotou em segundos apesar do preço!

Agora a loja chinesa JD vai ter de arranjar mais stock e fazer uma segunda venda. Infelizmente não se sabe exatamente quantas unidades estiveram à venda. Procurámos e não encontrámos. Seja como for, mostra que há público para esta TV, independentemente do preço.

TV Transparente da Xiaomi

Esta nova TV muito inovadora chega com um ecrã transparente OLED de 55 polegadas que tem apenas 5.7mm de espessura. Para além disso tem uma taxa de atualização muito elevada de 120Hz. De certeza que muitos utilizadores vão apreciar isto! Para além disso temos uma profundidade de cor de 10-bit juntamente com uma gama de cores DCI-P3 de 93%. Por outro lado, o tempo de resposta é de 1ms.

No interior esta TV conta com o apoio de um chipset MediaTek 9650 e também com uma tecnologia de compensação de movimento juntamente com o Dolby Atmos.

TV Transparente da Xiaomi

Entretanto o novo televisor da Xiaomi aposta em molduras ultra-finas e uma base em preto. Se está a pensar encontrá-la com dimensões diferentes, posso dizer-lhe que só será disponibilizada com uma dimensão de 55 polegadas. Se houvesse em maiores dimensões seria ainda mais cara. É que a brincar, a brincar, estamos a falar de um equipamento que custa 7100 Euros.

É verdade que esta não é propriamente a primeira TV transparente do mundo. No entretanto é a primeira a ser produzida em massa. Lembro que em 2019, a Panasonic mostrou uma tecnologia semelhante na IFA. No entanto era mais um protótipo do que outra coisa.

O mesmo em 2017, por parte da LG na CES e até em 2016 quando a Samsung resolveu abordar esta tecnologia. Seja como for, a Xiaomi é que tornou realidade e foi finalmente apresentada ao mundo.

Já em 2017 se tinha falado disto, quando a LG também demonstrou esta possibilidade na CES. De facto, até já tinha tido uma abordagem da Samsung em 2016.

Fonte Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Tem falta de dinheiro em GTA V? Outubro traz novidades!

Apesar de tudo o que a Rockstar já implementou no jogo, todos os assaltos e até o casino. Ainda existe uma série de jogadores...

Xiaomi Mi 10T Pro: vale mesmo a pena fazer o upgrade?

A Xiaomi apresentou ontem os novos smartphones Xiaomi Mi 10T. O hype à volta destes equipamentos foi grande e de facto já se arrastava...

Marshall adicionou carregamento sem fios aos seus auscultadores!

A Zound Industries anunciou o seu novo par de auscultadores da marca Marshall, os Major IV. Caso não saiba os auscultadores Marshall anteriores, os Major...

Galaxy S20 FE pode ser o coveiro do Note 20!

Se compararmos o Galaxy S20 FE com o Galaxy Note 20 facilmente percebemos que os 300 Euros que pagamos a mais é fundamentalmente pela...

Instagram e Facebook Messenger vão começar a estar ‘ligados’

O Facebook há muito que deixou de ser apenas responsável pela rede social com o mesmo nome, afinal de contas, estamos a falar de...