CPU

Intel vai lançar mais processadores de 14nm para lutar com a AMD

14Se o modelo de lançamentos ‘tick-tock’ da Intel tivesse aguentado… O processo de fabrico de 14nm, deveria ter sido usado para apenas duas micro-arquiteturas, ‘Broadwell’ e ‘Skylake’! Em que a ‘Broadwell’ deveria ter sido uma melhoria incremental do processo de 22nm, e a ‘Skylake’ uma micro-arquitetura …

Leia maisIntel vai lançar mais processadores de 14nm para lutar com a AMD

Será que o processador interessa assim tanto para Gaming?

O processador é um componente chave de um PC Gaming, toda a gente sabe isso não é? Mas afinal de contas, qual é a importância deste ao certo?

O CPU tem de entregar a informação à placa gráfica, podendo até ser um factor limitador nos jogos! Se não conseguir acompanhar a placa.

No entanto, é preciso ter em conta que na grande maioria dos jogos, quem está a ter o trabalho mais pesado é a placa gráfica. A maioria dos jogos não puxa muito pelo CPU.

Processador CPU Gaming

Mas o que acontece se tiver um processador fraco?

Se o CPU não for capaz de acompanhar a placa gráfica, então a placa vai estar essencialmente à espera sem fazer nada, enquanto a informação não chega. O oposto também acontece se a placa gráfica for demasiado fraca. Ou seja, o processador pode ficar à espera que a placa acabe de processar a informação antes de enviar mais informação.

Então o que preciso de ter em conta quando comprar um processador e uma placa gráfica?

Em suma, se a ideia é jogar, a placa gráfica deve ser o componente mais caro do seu computador! No entanto deve ter um sistema equilibrado, pode ter um processador mais antigo, se a sua performance e especificações forem decentes.

O que são especificações decentes?

Pois bem, algo como um processador Quad-Core e uma frequência base de 3.2GHz. Hoje em dia menos que 4 núcleos é um erro, mas claro que em alguns jogos 2 núcleos chegam perfeitamente, mas pode sentir algumas dificuldades em jogos mais pesados.

Se tem um orçamento limitado, precisa mesmo de alocar o máximo desse dinheiro para a placa gráfica. O processador apenas terá problemas em jogos de construção de cidades em larga escala, ou simuladores. Dito isto, se joga um jogo online, irá safar-se perfeitamente com um processador dual core e uma placa gráfica na ordem da GTX 1050.


Nota do Redator – Por isso é que por vezes quando me pedem uma build, eu tento sempre equilibrar ao máximo… Mas na maioria das vezes quando meto um i5 ou um Ryzen 2600 o pessoal torce o nariz!

Para Gaming não precisa de um i7-8700K com watercooling ou de um Ryzen 2700X com 16 threads, é a mais pura das verdades.


Actualmente, já podemos ver que até as gamas médias de processadores têm um número impressionante de núcleos! Mas porque é que isto é bom para os gamers?

Processador CPU Gaming

Com a introdução de novos processadores com 8 núcleos e 16 threads, a gama mais baixa tem agora um mínimo de 4 núcleos! Isto tanto na Intel como na AMD, aumentando imenso a poupança para quem quer apenas jogar!

Mas atenção que esta informação é apenas para computadores focados nos jogos. Se pretende fazer mais do que jogar, como fazer edição de vídeos ou fotos, vai precisar de mais poder!

Rendering é uma tarefa bastante intensiva para o processador! E enquanto a aceleração gráfica é uma opção, não o vai ajudar muito se não tiver um processador decente. Este é decididamente um caso em que pagar mais um pouco para ter mais alguns núcleos e threads é a decisão mais acertada.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.