Os HDDs estão de volta? Discos rígidos com 80TB!?

É inegável que o foco dos consumidores já não são os HDDs, especialmente agora que já temos acesso a SSDs NVMe PCIe 4.0, e que as mais velhas drives SATA 2.5 estão tão baratas! No entanto, numa altura em que um simples jogo já ocupa 200GB ou mais, talvez seja boa ideia olhar para o mundo dos HDDs, que está neste momento prestes a chegar aos 20TBs, e tem um caminho bem definido até aos 80 TBs.



Os HDDs estão de volta? Discos rígidos com 80TB!?

hdd

Portanto, à medida que a procura por mais e mais armazenamento continua a crescer em flecha, também continua a procura por melhores técnicas de produção de forma a aumentar a densidade de armazenamento dos tradicionais discos rígidos. E pelos vistos, temos finalmente um caminho bastante bem definido para ‘ressuscitar’ o mercado de HDDs. Ao fim ao cabo, a gigante Japonesa Showa Denko K.K. (SDK), a maior fabricante de discos rígidos com ‘pratos’ empilhados (denominados de ‘platters’), já anunciou que está a recorrer à tecnologia HAMR (Heat Assisted Magnetic Recording) para conseguir chegar a uma nova geração de discos rígidos.

Como é que isto funciona? Bem, de forma muito resumida, a tecnologia HAMR aquece o material de forma temporária, fazendo com que este fique mais receptivo aos efeitos do magnetismo. O que claro está, por sua vez permite a escrita de dados em regiões ainda mais pequenas que o normal, aumentando a densidade de armazenamento. Dito isto, no fim de 2020, a Seagate vai começar a enviar para o mercado HDDs de 20TB com tecnologia HAMR. Mas a SDK não parece estar muito longe da sua própria solução para chegar aos 80TB.

Algo fantástico, mas que apensar será possível com uma nova estrutura de camadas dentro do próprio disco, o que por sua vez poderá resultar em preços pouco apelativos.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário