O futuro é mesmo o armazenamento SSD… Preços continuam a cair!

SSD

O futuro é mesmo o armazenamento SSD… Preços continuam a cair! – A era dos tradicionais Discos Rígidos Mecânicos ‘HDD’, está a chegar ao fim! Afinal de contas, enquanto as vendas destas drives continuam a baixar (este mercado deverá baixar cerca de 50% em 2019), o armazenamento SSD ganha cada vez mais popularidade, ao mesmo tempo que o seu preço começa a ficar demasiado apelativo.

Curiosamente, na Europa, esta mudança é agora mais aparente que nunca!

Isto, segundo os estudos de mercado mais recentes, que mostram um crescimento estatístico muito significativo, nos últimos 12 meses.

Investigadores da firma Context, decidiram estudar as vendas de portáteis no primeiro trimestre de 2019. Onde se depararam com 61% de portáteis vendidos, com um SSD, em vez de um HDD.

HDD vs SSD



Uma subida bastante significativa, se tivermos em conta, que no mesmo periodo do ano passado, este número se encontrava nos 50%!

Esta subida de 13%, deve-se à subida na procura de drives SSD, bem como ao declínio do mercado de HDDs… O que obviamente, se deve à queda de preço no mercado!

Aparentemente, o SSD mais popular é o de 256GB, com as vendas a subir para os 32%. Mas os discos com mais capacidade de armazenamento, também estão em franca subida.

Como mencionámos em cima, esta mudança no mercado, deve-se em grande parte, à queda de preços no mercado de SSDs

SSD de 1TB

Portanto, uma drive SSD custa agora, cerca de 50€, enquanto há coisa de um ano, custava 80€ ou mais. Similarmente, os discos de 512GB, custam agora cerca de 100€, uma queda de 65€!

Os analistas continuam a afirmar, que esta tendência irá continuar, pelo menos até ao fim do ano.

Em suma, o armazenamento SSD está cada vez mais popular, com as drives com maior capacidade de armazenamento, a chegarem a preços bastante aliciantes. Além disso, as consolas de nova geração, PlayStation 5 e Xbox Anaconda, deverão chegar ao mercado, equipadas com SSDs super rápidos.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Fonte