Nova versão do Apple MacBook Pro? Vai ter de esperar por 2021!

Macbook

Nos últimos meses, temos recebido alguns rumores, acerca de um ‘redesign’ do Apple MacBook Pro! Algo que no fundo, parece algo forçado, para corrigir todos os problemas que têm pairado sobre o design lançado em 2016.

Afinal de contas, o portátil que deveria ser o expoente da produtividade e qualidade de construção, está cheio de problemas no teclado, nas colunas, no monitor… Aliás, nos primeiros modelos, até relatos de problemas com o Wi-Fi existiram.

Nota do Redator – Estou a escrever este artigo através de um MacBook Pro de 2016, e já tive problemas no teclado e ecrã! 



Por isso, para eliminar todos estes problemas, era esperado que a Apple simplesmente lançasse no mercado um novo modelo! Com um novo design, acompanhada com uma nova versão de 16” ou 16.5”

Apple MacBook Pro

Contudo, as mais recentes informações, sugerem que afinal, esta nova versão, e o redesign da icónica gama de portáteis, virá apenas em 2021.

Assim, de acordo com uma renovada nota de Ming-Chi Kuo, em 2021 a Apple irá lançar um MacBook Pro com um ecrã entre 15” e 17”. Marcando aquilo que é o retorno do portátil ‘Pro’ com um ecrã de grandes dimensões. (Desde que a Apple ‘matou’ o modelo de 17” em 2012.)

Além disto, o analista afirma ainda que a Apple irá permitir o uso de 32GB de RAM no modelo de 13”. Tudo para permitir aos criadores de conteúdo e profissionais criativos, o uso de aplicações mais exigentes no consumo de memória.

Temos um Apple Display de 31.6” e a resolução 6K a caminho!

O popular analista e ‘Leaker’ da informação Apple, sugere ainda que temos um novo monitor Apple Display a caminho. Com uns generosos 31.6” de tamanho e a super resolução de 6K.

O lançamento deverá acontecer no segundo ou terceiro trimestre do ano! E a conexão será feita por Thunderbolt 3. (Permitindo assim, aos utilizadores atuais dos portátis MacBook Pro e MacBook Air, a possibilidade de ligar apenas um cabo, aumentado vastamente a sua produtividade.)

Caso não saiba, a Apple decidiu não aumentar a resolução dos seus produtos, além da barreira dos 5K.

Por isso, este lançamento marcaria uma pequena inovação, nos ecrãs da empresa. Contudo, deverá custar uma pequena fortuna, como vem a ser hábito.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo!

Fonte