Nintendo Switch Online chega em Setembro. Conheça os preços!

Já passou quase um ano e meio desde o primeiro lançamento da Nintendo Switch e, no entanto, a consola ainda não tem um serviço on-line dedicado. Isto finalmente vai mudar no próximo mês e se os planos da Nintendo se confirmarem este serviço chega na segunda quinzena de Setembro.

A Nintendo começou a discutir o serviço online em janeiro de 2017 – dois meses antes do lançamento do consola. Ele estava programado inicialmente para o lançamento naquele verão, mas a Nintendo eventualmente empurrou o lançamento para 2018. Mais tarde revelou que o serviço não estaria pronto até o próximo outono.

Agora tudo está a postos e os utilizadores desta consola vão ter de começar a pagar para jogarem online. No que diz respeito a preços, o Nintendo Switch Online vai custar 3,99 Euros por um mês, 7,99 por três meses, 19,99 por um ano e 34,99 por uma associação familiar, que dá até oito pessoas a capacidade de usarem o serviço.

Para além de ser necessário para o jogo online, o novo serviço online da Nintendo inclui diversas vantagens, como o acesso a uma compilação de 20 jogos clássicos do NES, como o Dr. Mario, o Super Mario Bros. 3, Donkey Kong e The Legend of Zelda.

Talvez o benefício mais interessante seja a adição de backup do Save Data Cloud, que é algo que já devia estar disponível há muito tempo. A Nintendo ainda não está pronta para anunciar uma data específica, mas sem dúvida que a Nintendo Switch Online será lançado até 30 de setembro.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também