Supresa: Xiaomi Mi 9 vence Samsung Galaxy S10+ no AnTuTu

Xiaomi Mi 9 oficializado

A Xiaomi está a preparar-se para apresentar ao mundo o Xiaomi Mi 9, no mesmo dia em que a Samsung vai oficializar a linha S10. Ou seja, está lançada a guerra pelos holofotes apesar da dimensão gigante do fabricante coreano, comparativamente ao fabricante chinês. Ainda assim, isto não impede que o Xiaomi Mi 9 tenha ultrapassado o S10+ no AnTuTu.

Antes de passarmos à notícia propriamente dita, uma nota, ou se preferir, um disclaimer acerca do S10+ no AnTuTu e Mi 9

Existe uma diferença entre os dois modelos. A versão do Mi 9 vem com o chipset Snapdragon 855. Entretanto, a versão testada do S10+ tem chipset Exynos. Ainda assim, o S10+ tem 12GB de memória.

Voltando ao Xiaomi e à batalha de pontuações, o vice-presidente sénior da Xiaomi, Xiang Wang, revelou no Facebook que o seu dispositivo obteve 387.851 pontos no AnTuTu. Isto é sem dúvida um resultado impressionante.

É que são 20 mil pontos a mais que a pontuação de referência para dispositivos Snapdragon 855 que ronda os 362.110 pontos.

Ora, a aposta da Samsung que foi testada, atingiu um pouco menos, ou seja, 326,85 pontos.

Galaxy S10+ no AnTuTu

Já no Geekbench os resultados são um pouco diferentes… pelo menos mais favoráveis à Samsung do que o S10+ no AnTuTu

Embora o Xiaomi Mi 9 ganhe nos testes multi-core. Ainda assim, tudo pode mudar. É que a o Xiaomi Mi 9 foi testado em Janeiro quando eventualmente ainda não estava na sua versão final. Agora pode estar muito mais otimizado e apresentar valores superiores.

Ainda assim, se nos centrarmos, na data em que surgiu o primeiro teste, ou seja, 8 de Janeiro, o Xiaomi Mi 9 com o nome de código Cepheus, atingiu os 3475 pontos nos testes single-core e 10872 nos testes multi-core.

Já o Samsung Galaxy S10+ conquistou respectivamente 4450 e 9753 pontos.

As caraterísticas técnicas do Xiaomi Mi 9

Lembramos que o Xiaomi Mi 9 deverá integrar um ecrã com monocelha em forma de gota de água. A dimensão será de 6,4 polegadas. É sem dúvida um tamanho interessante e que em muitos casos pode já ser considerado um standard.

Ainda ao nível do ecrã importa destacar a presença de um sensor de impressões digitais integrado no painel.

Este dispositivo virá com uma bateria de 3.500mAh que pode suportar um carregamento rápido de 27W. Isto é outro dos pontos fortes deste dispositivo. Ainda assim, gostávamos de ter visto uma bateria de 4000 mAh. Deste modo teríamos uma autonomia a rondar os dois dias.

Entretanto, no caso da fotografia deveremos ter uma câmara para selfies de 24 megapixéis.

Mais especificamente, trata-se de um sensor IMX586 da Sony. Já na parte traseira temos uma configuração de câmara tripla. Integra um sensor de 48 megapixéis, outro de 12 e um sensor ToF.

Entretanto e passando ao modelo concorrente, a Samsung vai lançar o Galaxy S10+ com o Snapdragon 855 em mercados selecionados como os EUA, China, Canadá, entre outros. A variante Exynos 9820 será lançada noutras regiões como na Europa e claro Portugal.

Para quem liga ao design, a edição premium deste equipamento deve ser lançada em duas opções de cor, como Luxurious Ceramic White e Ceramic Black. As imagens mostradas acima foram partilhadas pelo site My Smart Price.

Já que falámos em cores, a variante com 6 GB de RAM do S10+ pode ser disponibilizada em cores como Preto, Verde, Branco e Azul, enquanto o modelo com 8 GB de RAM pode chegar em cores como Preto Prisma, Verde, Branco Pérola e Azul.

Na Europa, as edições de 6 GB, 8 GB e 12 GB RAM do Galaxy S10+ podem custar, respectivamente, 999 euros, 1,249 euros e 1,499 euros.

O que acha das pontuações do S10+ no AnTuTu? e do Miui 9?