Huawei Watch GT 3: Evolução tremenda! (Review)

Review Huawei Watch GT3 – Sempre fui um pouco crítico da gama de smartwatches GT da Huawei. Ao fim ao cabo, apesar de serem relógios muito bem construídos, e muito bem desenhados, na parte do software, especialmente nas primeiras versões, não ofereciam muito mais do que aquilo que uma Xiaomi Mi Band era capaz de fazer, por uma fração do preço que a Huawei pedia.

No entanto, tenho de dar a mão à palmatória! Com o passar do tempo, a Huawei foi capaz de arranjar um nicho de mercado muito interessantes para esta gama de relógios GT, ao mesmo tempo que foi capaz de continuar a apostar nas gamas mais altas com o Huawei Watch 3, e nas gamas mais baixas, com as suas muitas alternativas, onde temos de destacar o Huawei Fit.

Como mudou o GT 3? Bem… Vamos por partes!

Huawei Watch GT 3: Evolução tremenda! (Análise)

Huawei Watch GT 3

Análise Rápida

O Huawei Watch GT 3 é um relógio menos capaz que o mais premium e mais caro Watch 3, ou claro, os mais populares Apple Watch, Galaxy Watch, ou TicWatch Pro, das velhas rivais da gigante Chinesa. No entanto, tenta compensar essa ‘fraqueza’ ao apostar noutras categorias, como a autonomia da bateria, ou o rastreamento de atividades desportivas/saúde.

Visualmente, é um Watch 3 um pouco mais barato, mas igualmente bem construído, e com menos capacidades de software. Assim, se não dá valor a todas as funcionalidades clássicas de um smartwatch, então, é boa ideia olhar para esta oferta da Huawei.

Prós:

  • Autonomia
  • Design
  • Rastreamento Desporto
  • Monitorização dados biométricos

Contras:

  • Poucas apps disponíveis para download
  • Não tem pagamento sem fios

Huawei Watch GT 3 – Design

Honestamente, temos aqui um relógio com um aspeto brutal, extremamente bonito, em que pode ir ao evento mais luxuoso da sua área de residência, com um fato ao nível desse mesmo evento, com o relógio a conseguir combinar a 100% com o ambiente à sua volta.

O Huawei GT 3 é primeiramente um relógio, e só depois pensa em ser um smartwatch.

Dito isto, temos aqui um relógio de 46mm com as dimensões 45.9mm (diâmetro) x 11mm (Espessura), peso de 42.6g, num corpo de aço inoxidável. Ao nível da resistência, temos certificação 5ATM à prova de água até 50 metros.

À primeira vista, não parece assim tão diferente do GT 2 lançado há alguns anos atrás, mas quando começamos a tocar, e a olhar com olhos de ver, facilmente percebemos que a qualidade aumentou uns quantos furos.

Além disso, temos finalmente uma coroa digital, algo que ando a pedir no mundo Android há anos, e que normalmente apenas encontramos nos relógios da Fossil, bem como carregamento sem fios. Além da coroa, os dois botões das versões anteriores continuam a marcar presença, claro.

Quanto às braceletes, o suporte a qualquer pulseira de 22mm continua bem presente. Por isso, se quiser algo diferente, e mais barato relativamente ao que a Huawei oferece. Ter acesso a vários tipos de designs diferentes, é tão fácil como dizer Aliexpress.

Huawei Watch GT 3: Ecrã 

Huawei Watch GT 3

O que é de um smartwatch, sem um ecrã de qualidade? Pois bem, no Huawei Watch GT 3, temos um painel AMOLED redondo de 1.43”, com a resolução muito satisfatória de 466 * 466 pixeis.

É um dos melhores ecrãs que poderá encontrar no mundo dos relógios inteligentes, com excelente nitidez, fiabilidade de cores, e claro, o brilho. Contudo, ainda não temos acesso aos cada vez mais populares 90 Hz ou 120 Hz do mundo dos smartphones.

Ecrã grande = Muita informação! (Sim e não)

Os consumidores gostam de um ecrã redondo, mas existe uma razão para a Apple ter apostado no imediato num ecrã retangular, e ter continuado com esse design em todas as versões do Apple Watch. É mais fácil oferecer informação detalhada, num ecrã Quadrado ou Rectangular.

Ainda assim, a Huawei foi capaz de adaptar o HarmonyOS a esta realidade redonda, especialmente nas suas aplicações focadas na monitorização da prática desportiva. Nas mensagens, e e-mails, ainda temos muito espaço vazio, mas nas aplicações próprias da Huawei, este é muito bem aproveitado.

Por falar no HarmonyOS 2.1, temos aqui um SO capaz de crescer de forma incrível, a cada lançamento de uma nova versão. Temos widgets personalizáveis, uma interface simples e atraente, e claro, mais importante que tudo isto, velocidade até dizer chega. Contudo, com a simplicidade, também se perde personalização. Comparativamente ao Galaxy Watch 4 ou Apple Watch, o Watch GT 3 da Huawei perde um pouco neste campo.

Capacidades Smart

Se por acaso quer um smartwatch apenas para ler mensagens ou emails (agora com a possibilidade de resposta rápida), ver notificações, mudar de música enquanto treina, e atender/fazer chamadas, então, ficará muito bem servido com este relógio.

No entanto, comparativamente ao que já temos no mercado, perdemos algumas coisas! Como são os pagamentos contactless, ou incapacidade de instalar apps críticas como o Spotify, Shazam, etc…

Mas ganhamos outras!

Smart? Mais ou menos? Desportivo? Muito!

Esta é quase sempre uma área de destaque para a Huawei.

A gigante Chinesa não anda a dormir na monitorização dos dados biométricos dos utilizadores. Sendo exatamente por isso que a monitorização de sono, de treino, de stress e oxigenação do sangue, aparecem aqui na sua melhor forma de sempre.

Para ter noção, temos aqui cerca de 100 modos de treino! Isto, num relógio com um sistema de sensores ainda mais robusto, e mais eficiente. É um aparelho capaz de ser posto ao lado de alternativas de marcas mais focadas no Outdoor, ou no treino puro e duro, como a Garmin ou a Polar. Aliás, a Huawei também já é capaz de oferecer um apoio de software muito similar aos destas marcas, para quem ama correr, como é o exemplo do “Índice de Capacidade de Corrida”, que basicamente demonstra um valor, que serve como métrica, para melhorar a sua capacidade desportiva.

Uma funcionalidade que casa perfeitamente com os planos de treino disponíveis na app Huawei Health, que claro está, podem ser sincronizados com o relógio.

Autonomia e Desempenho no dia-a-dia

Temos aqui um relógio com um SoC ARM Cortex M, 4GB de armazenamento interno e 32MB de memória RAM. Ou seja, nada de especial. Mas… Não tem de ser especial, para o real propósito deste relógio.

Velocidade é o que não falta, e tudo o que relógio se propõe a fazer, cumpre. Isto, ao mesmo tempo que garante uma autonomia de bateria excelente, de mais ou menos 2 semanas, dependendo do seu caso de uso. No meu caso específico, com a monitorização cardíaca sempre ativa, Sp02 ativo, e a dormir com eles todos os dias, para perceber como andava o meu sono, até cheguei aos 15 dias. Para ‘matar’ este relógio em uma semana, precisa de usar e abusar das chamadas, e do GPS.

Conclusão

Em suma, o Huawei Watch GT 3 é uma evolução natural ao GT 2, que por sua vez já demonstrou várias melhorias relativamente ao primeiro GT. Continua a ser um relógio menos smart que a concorrência, mas já capaz de bater o pé a muita desta mesma concorrência, graças à sua autonomia de bateria muito superior, e preço mais apelativo para as massas.

Saiba mais aqui.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.