Huawei Watch 3: O início do regresso da gigante adormecida?

Huawei Watch 3: A conhecida gigante Chinesa fez uma grande aposta no mundo dos smartwatches há alguns anos atrás, na altura em que lançou o seu primeiro Watch GT, que de forma muito curiosa, trocou funcionalidades, por uma autonomia fora de série e um design de fazer salivar qualquer ‘techie’.

No entanto, é inegável que muitos utilizadores queriam mais! Ou seja, um regresso ao tempo do Huawei Watch 1 e 2, ambos baseados no Google Wear OS, e por isso, capazes de instalar todo o tipo de apps através da Google Play Store.

Pois bem, a Huawei já não pode pegar no software da Google. No entanto, fez algo bastante curioso, e talvez, extremamente bem jogado!

A Huawei vai dar o salto para o seu Sistema Operativo proprietário (Harmony OS), de forma a dar kickstart ao seu próprio ecossistema. Sabe qual é o ponto de partida? É o novo Huawei Watch 3!

Um smartwatch bonito, premium, cheio de funcionalidades, que também serve de um “primeiro gostinho” daquilo que a Huawei tem para oferecer nesta nova era. Ou seja, estamos basicamente a falar do futuro da gigante Chinesa no mundo mobile, que pelo menos, na minha opinião, parece ter muito potencial.

Vamos por partes!

- Advertisement -

Huawei Watch 3: O início do regresso da gigante adormecida?

Portanto, o Huawei Watch 3 é um produto estranho da Huawei, que sai um pouco fora do tradicional molde da empresa. Afinal de contas, não é baseado no Wear OS, nem no Lite OS, que como deve saber, também é um Sistema Operativo proprietário da Huawei.

Porquê? Bem, é muito simples! A gama de smartwatches Watch GT não chega nem aos calcanhares daquilo que os antigos Huawei Watch 1 e 2 ofereciam. Ou seja, eram relógios que sacrificavam a parte ‘smart’, para ir buscar autonomia e simplicidade de uso.

A Huawei está agora a tentar voltar ao passado, ao oferecer um relógio completamente apetrechado de funcionalidades, ao mesmo tempo que cumpre no campo da autonomia, esquecendo o Wear OS da Google para apostar forte e feio no novo Harmony OS 2.0. Abram alas ao novo Huawei Watch 3!

Design

Entretanto, escusado será dizer que a Huawei sabe muito bem o que está a fazer no mundo dos wearables, especialmente no campo do design. Afinal, este Watch 3 é incrível na sua simplicidade.

Estamos a falar de um relógio que é basicamente uma face de vidro curvo gigante, com 2 botões, em que um serve também como coroa digital rotativa.

Ainda assim, é na sua simplicidade que também podemos encontrar alguma genialidade. É que o relógio emana um perfil premium simplesmente espetacular.

É um aparelho que parece estar sempre a pedir que lhe toquemos e que o exploremos, tal é o seu ‘appeal’ ao utilizador.

Dito tudo isto, todo o seu design é complementado pelo ecrã AMOLED de grande qualidade, que é capaz de chegar aos 1000 nits de brilho. Ou seja, ver as horas, mensagens, ou e-mails, debaixo da luz do sol não é um grande problema para este menino.

Além disto, com brilho automático super rápido, capacidade de chegar aos 60Hz, e uma fluidez que o mete muito perto da experiência que a Apple oferece com o seu relógio, temos aqui aquilo que é muito provavelmente um dos relógios mais interessantes do mundo Android. Tenho de voltar a dizer, este ecrã AMOLED de 1.43” grita qualidade!

Performance, Software e Bateria

Apesar da mudança no Sistema Operativo, a maneira como lidamos com o relógio não é assim tão diferente de como tudo funcionava com os anteriores ‘GT’. Ou seja, temos de utilizar a app Huawei Saúde, emparelhar, etc… E tudo fica a funcionar. Dito isto, escusado será dizer que o relógio é compatível com aparelhos Android e iOS.

Aliás, em boa verdade, podemos dizer que no meio de não utilizar Wear OS ou Lite OS, o Watch 3 parece contar com um misto dos dois. Visto que temos o poder bruto do Wear OS, todas as suas funcionalidades smart, incluindo acesso à App Gallery para instalação de aplicações, com uma interface super simples e amiga do utilizador por cima, que claro, já podíamos encontrar no Lite OS. Aliás, todas as funcionalidades como a medição de oxigénio do sangue, batimentos cardíacos, monitorização de fitness, stress, etc… Está tudo igual! (Bem… Agora temos medição da temperatura corporal, um add-on bastante interessante!)

Ou seja, apesar de ser um Sistema Operativo completamente novo, o Harmony OS vai-lhe parecer muito familiar.

Naquilo que pode muito bem ser um gostinho daquilo que a Huawei tem para nos mostrar no seu futuro, visto que o Harmony OS vai ser a base de todos os aparelhos da gigante Chinesa num futuro muito próximo, onde temos de incluir TVs, tablets, e claro, os smartphones.

Muito resumidamente, no campo da performance e autonomia, temos aqui um pacote que foi capaz de nos convencer, e que na verdade, nos trouxe algumas esperança para o futuro da Huawei fora do mundo Google Android.

Entretanto, no campo da bateria, apesar de todas as promessas da Huawei, o Watch 3 fica muito aquém dos seus irmão GT.
Mas será isto mau?

Ao voltar as atenções para um relógio muito mais poderoso, a Huawei teve de sacrificar a autonomia da bateria. Mas ainda bem que o fez! 

Sim, os Huawei Watch GT eram relógios muito interessantes. Contudo, para um entusiasta, era também aparelhos que desiludiam nas funcionalidades do dia-a-dia. Assim, o Watch 3 vem resolver esta situação, mas para isso, tem de gastar mais bateria.

Dito tudo isto, o Watch 3 e Watch 3 Pro são carregados sem fios (carregamento Qi), prometendo 3 dias no modo smart e 14 dias no modo de poupança de bateria para o modelo mais barato, enquanto o modelo ‘Pro’ promete 5 dias no modo smart e 21 dias no modo de poupança de bateria. (A autonomia baixa consideravelmente se utilizar o modo always-on! Na minha experiência, o Watch 3 aguentou 2 dias, com always on ligado, chamadas, e monitorização de treino.)

Estas métricas são possíveis graças ao processador com modos de alta performance e baixa performance, que traz consigo 16GB de armazenamento e 2GB de memória RAM.

Conclusão

A Huawei está no bom caminho! Tanto na aposta nos wearables, como no desenvolvimento e lançamento gradual do seu novo sistema operativo.

O Watch 3 é uma lufada de ar fresco neste mercado, ao oferecer boa performance, com muita fluidez à mistura, uma linguagem de design muito interessante, e claro, toda a qualidade de construção que a gigante traz para cima da mesa.

É que além de tudo aquilo que um smartwatch deve trazer, a Huawei também inova com algumas funcionalidades ‘extra’, como é a medição de temperatura em tempo real. Uma funcionalidade muito interessante nestes tempos pandémicos, mas que vai ser sempre útil, tanto nos dias em que nos sentimos um pouco mais ‘doentes’, como na monitorização do nosso treino em ginásio ou em ambientes outdoor.

Em suma, como é óbvio, o suporte dos developers ainda é fraco, mas isto deverá mudar num futuro muito próximo, tal é a aposta da Huawei na sua AppGallery. Aliás… Tal é a aposta da Huawei no mundo dos wearables!

Foi uma experiência brutal, que vai apenas ficar melhor nos próximos tempos. Agora quero ver como vai ser a chegada do Harmony OS ao mundo dos smartphones, e como é que isso irá impactar a estratégia da Huawei no mercado global.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Leak, Recomendado, review

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.