Mate 20 Pro a 680 Euros? Sim, mas com menos uma função!


Por em

Goste-se ou não da marca, o Huawei Mate 20 Pro é um dos melhores smartphones de 2018. Para isto contribuem alguns aspetos inovadores. Temos a configuração de câmara tripla que já estava presente no P20 Pro. No entanto com melhorias, um ecrã de elevada resolução e a possibilidade de poder carregar outros dispositivos sem fios. Claro que tudo isto tem um preço e em Portugal temos de pagar mais de 1000 Euros para lhe deitarmos a mão.

Este dispositivo foi anunciado no dia 16 de outubro para os mercados internacionais, mas foi só ontem que ele foi oficializado na China. Neste país, o smartphone é naturalmente mais barato devido a impostos mais baixos e a determinados custos que a Huawei pode evitar. Mas ao que parece, a empresa também fez algumas modificações neste topo de gama que diminuem ainda mais o preço.

Um Huawei Mate 20 Pro que custa a 680 Euros, mas tem uma diferença!

Com o preço de 680 Euros, uma versão do Mate 20 Pro que está à venda na China é idêntico ao que está noutros mercados. No entanto, tem uma diferença. Não possui um sensor de impressões digitais integrado no ecrã.  Ainda assim, esta versão é acompanhada por dois modelos mais caros que incluem esta funcionalidade de segurança. Assim, ao contrário da variante anterior, estes dois incluem 8 GB de RAM. Além disso, um vem equipado com 128GB de armazenamento, enquanto o outro vem com 256GB. Estes estão disponíveis pelos preços de € 760 e € 860, respectivamente.

Devido à estratégia da Huawei fora da China, estes modelos não devem ser colocados à venda nos mercados internacionais. Em vez disso, os consumidores terão que se contentar com o modelo Mate 20 Pro standard que vem com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Alternativamente, o Mate 20 também está disponível a um preço mais baixo, mas em Portugal esta versão não está presente.

As características do Mate 20 e Mate 20 Pro

Ao nível do design existem algumas diferenças entre o Mate 20 e o Mate 20 Pro. A mais óbvia pode ser encontrada na parte frontal. Apesar dos dois modelos terem ecrãs quase sem molduras, o Mate 20 acaba por parecer mais interessante. Tem a monocelha em forma de gota de água, muito pequena, que abriga a única câmera frontal. A monocelha do Mate 20 Pro é mais parecida com a do iPhone. Isto explica-se facilmente uma vez que o modelo mais avançado inclui um sistema de luz estruturada que permite o reconhecimento facial 3D.

Outra diferença é que o Mate 20 normal tem uma saída para auscultadores e o Pro não.

As especificações na Europa

O Mate 20 standard vem com um ecrã LCD de 6,53 polegadas com uma proporção de 18,7:9, enquanto o Mate 20 Pro tem um ecrã OLED curvo de 6,39 polegadas com uma taxa de proporção de 19,5:9.

Importa destacar que nesta série, a Huawei fez uma mudança nos ecrãs que já deveria ter feito há muito tempo. O ecrã do Mate 20 Pro é Quad HD+, enquanto o Mate 20 é apenas Full HD+. Nos anos anteriores era ao contrário. De facto faz mais sentido que a versão Pro tenha uma resolução mais alta.

No interior está o chipset Kirin 980 da Huawei com a placa gráfica GPU Mali-G72. Este chipset foi desenvolvido com um processo de 7nm, o que significa que deve fornecer mais velocidade e eficiência em comparação com processadores semelhantes desenvolvidos com um processo de 10nm.

O Kirin 980 tem duas unidades de processamento neural. Uma delas é utilizada para o reconhecimento de imagem, enquanto a outro é ideal para tarefas mais difíceis, como processamento de linguagem natural e renderização de vídeo em tempo real.

As baterias e os sistemas de carregamento

Ambos têm baterias enormes que devem durar todo o dia e até mais do que isso. O Mate 20 Pro vem com uma bateria de 4.200mAh. Já o Mate 20 possui uma bateria de 4.000mAh. Ambos vêm com a tecnologia Supercharge da Huawei, mas o Pro é ainda melhor. O Huawei Supercharge no Mate 20 Pro chega agora aos 40W, o que dá aproximadamente 70% de carga em cerca de 30 minutos. O Supercharge do Mate 20 é igual ao do Mate 10 e 10 Pro.

Ambos também suportam carregamento sem fios de 15W, mas o Pro também recebe um upgrade. Pode utilizar o Mate 20 Pro como um carregador sem fios!

As câmaras

Não é surpresa vermos que estes dispositivos vêm com três câmaras na parte traseira, depois do sucesso do P20.

O Mate 20 Pro é a estrela da companhia com uma câmara padrão de 40MP com abertura f / 1.8, outra ultra grande angular de 20MP com abertura f/2.2 e uma lente telefoto de 8MP com abertura f / 2.4 e estabilização ótica de imagem.

Pro a

Já o Mate 20 e ao contrário dos rumores sofre um downgrade. Tem uma configuração tripla, mas vem com um sensor primário de 12MP com abertura f/1.8, sensor grande angular de 16MP com abertura f/2.2 e uma telefoto de 8MP com abertura f/2.4 e estabilização ótica de imagem.

Como já tinhamos referido em alguns artigos anteriores, a Huawei não já não utiliza um sensor monocromático dedicado para melhorar as fotos em preto e branco. O objetivo passa por dar aos fotógrafos mais versatilidade na terceira lente.

Na parte frontal, ambos os dispositivos vêm com uma câmara de 24MP.

Ainda ao nível das câmaras importa salienta que agora é possível reconhecer mais de 1.500 cenas, em oposição às mais de 500 cenas da linha Mate 10.

Importa destacar também o modo de focagem preditiva.

São sem dúvida boas caraterísticas que tornam este dispositivo num dos mais atrativos do ano.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Huawei retira página do manual da Samsung e goza com as rivais!

Os stickers já chegaram ao WhatsApp. Atualize já o seu!

Seguinte