Fortnite acaba nas duas grandes plataformas móveis! Entenda

O Fortnite é sem dúvida um dos jogos mais populares do mundo mas acaba nas duas maiores plataformas de aquisição de aplicações do iOS e Android, a App Store e Google Play Store, respetivamente. As implicações podem parecer mínimas, mas na realidade são muito maiores do que se pensa.

Fortnite acaba nas duas grandes plataformas móveis! Entenda

Eventualmente ninguém estava á espera que isto acontecesse, mas na realidade tudo se deveu a uma jogada da própria Epic Games, que são os criadores deste jogo. É que a Epic lançou um update para o jogo, tanto para a versão iOS, como para a Android, que permite agora aos jogadores fazerem compras diretamente na aplicação.

Fortnite acaba

O que se passou foi um reboliço. A Apple chutou o Fortnite para fora da App Store. Agora é a vez da Google seguir os mesmos passos. É que as duas plataformas gigantes exigem que os jogos utilizem o seu próprio sistema de compras. Deste modo, têm direito à comissão. Lembro que não são nada pequenas. São 30% do valor da transação, o que em alguns casos pode ser muito!

Claro que pode continuar a instalar o Fortnite no Android. No entanto, terá de o fazer através do site da própria Epic ou através da loja Samsung Galaxy, caso tenha um smartphone da gigante coreana. Isto é diferente do iPhone e do iPad, onde passou a ser impossível instalar o jogo caso ainda não o tenha feito.

Fortnite acaba

A história com a Apple, ou melhor, os problemas, são mais recentes. No entanto, com o Android já começaram há mais tempo.

Em Agosto de 2018, a Epic decidiu deixar o Fortnite de fora da Google Play Store e começou a distribuir este jogo diretamente. Isto só é possível porque o sistema operativo da Google permite a instalação de apps e jogos a partir de fontes de terceiros. É óbvio que isto representa sempre um risco de segurança. 18 meses depois, a Epic repensou e trouxe o Fortnite de volta à loja da Google.

Para além de tirar dinheiro à Google e à própria Apple, no caso do sistema operativo Android, pode levar a uma fragmentação ainda maior. Assim, quem tem um Samsung vai certamente virar-se para a loja de apps deste fabricante, até porque tem direito a um desconto e tudo.

Ora se a Epic conseguir o feito de levar as pessoas a usarem outras lojas de aplicações isto pode representar uma mudança de paradigma. Também vejo isto como um balão de oxigénio para a Huawei. Se uma empresa conseguir é a prova concreta que também eles conseguem.

Isto começa a ser cada vez mais confuso, como se consegue ver pelo exemplo da Microsoft.

O serviço de streaming Game Pass Ultimate que deve conhecer como xCloud vai estar disponível tanto na Google Play Store como na Samsung Galaxy Store. Ora se o instalar através do Google Play não vai conseguir fazer aquisições para os jogos XBOX devido ao corte dos 30 por cento. No entanto, se fizer a instalação através da loja da Samsung, vai conseguir fazê-lo. Este é mais um exemplo de algo que até poderá ser o fim de um monopólio.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Em destaque

Leia também