Facebook Messenger vai avisá-lo quando estiver em perigo

Hoje em dia estamos cada vez mais expostos a esquemas de todo o género. Vendas forçadas e roubos de informação e identidade são perigos de que ninguém está a salvo. É para garantir uma maior segurança dos utilizadores que a rede social de Mark Zuckerberg resolveu fazer algo e vai adicionar uma grande novidade ao sistema de troca de mensagens. Assim, o Facebook Messenger vai alertá-lo se estiver a falar com alguém que o coloque em perigo.

Facebook Messenger vai avisá-lo quando estiver em perigo

“Muitas vezes as pessoas conversam com alguém on-line sem saberem que podem estar a cair num esquema”, referiu Jay Sullivan, responsável pela segurança no Facebook. “Essas contas são difíceis de identificar e as consequências podem ser dispendiosas”. A nova medida representa uma camada extra de segurança para quem usa esta plataforma.

O novo sistema vai andar atrás de pessoas que identificam e atacam vítimas através do Facebook Messenger e também de pervertidos que tentam meter conversa com crianças.

Facebook Messenger perigo

E como é que esta plataforma pretende identificar estas pessoas perigosas? Analisando por um lado as mensagens. Mas o Facebook garante que este sistema preserva a confidencialidade das mensagens, através da ativação da encriptação ponto-a-ponto.

“Para estarmos preparados para uma encriptação das conversas ponto-a-ponto sem perigo para as pessoas, estamos a investir em muitas ferramentas como esta. Na prática protegem a privacidade das pessoas sem ler mensagens”, refere Jay Sullivan. Esta funcionalidade vai “ajudar milhões de pessoas a evitarem golpes perigosos, sem comprometer a privacidade”.

Para atingir este objetivo, o Facebook usa um sistema de análise de metadados e modelos comportamentais baseados em inteligência artificial e machine learning.

O Facebook está, sem dúvida, a apostar forte com o objetivo de voltar a atrair utilizadores e não perder a importância que tem enquanto rede social. As salas de conversação com até 50 pessoas que foram criadas agora é outro dos grandes exemplos disso.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário