Empresas americanas vão trabalhar com a Huawei no 5G

Quem de algum modo segue a Huawei ou as notícias de tecnologia sabe que o governo americano colocou a Huawei numa lista de entidades. Isto na prática significa que as empresas americanas não podem fazer negócios com a gigante chinesa. No entanto isto pode mudar, pelo menos para algumas coisas. É que o departamento de comércio está a preparar novas regras que vão permitir às empresas americanas trabalharem com a nova geração de dispositivos 5G da Huawei. Ainda assim, não fazem isto por amor. Trump quer proteger o interesse das empresas americanas no 5G e isto foi forma que arranjaram para o fazerem.

Empresas americanas vão trabalhar com a Huawei no 5G

Desde que o governo americano baniu a Huawei que tem havido receios que esta política possa colocar os Estados Unidos em desvantagem.

A Huawei é a empresa número um em equipamentos de telecomunicações e a segunda maior ao nível de smartphones. Possui também cerca de 20% das patentes essenciais 5G, tornando-o num elemento muito importante, tanto em termos de tecnologia 5G quanto em produtos 5G. É exatamente por isto que o Departamento de Comércio dos EUA modificou as suas regras. É que assim estas organizações podem aderir aos standards que pertencem também à Huawei.

5G Huawei

As novas regras ainda estão em desenvolvimento e o Departamento de Comércio fará uma comunicação em breve. Ainda assim e apesar de poderem trabalhar com a Huawei isto não significa que utilizem o equipamento da gigante chinesa. Ou seja, haverá aqui uma situação que com o passar do tempo pode ser complicada de gerir.

Para já ninguém sabe quanto tempo levará a definir-se as regras. No entanto, há relatos de que a exceção é apenas para a Huawei e não para outras empresas que estejam na lista de entidades.

De acordo com relatos anteriores, as despesas de I&D da Huawei atingiram os 18.6 mil milhões de dólares em 2019, representando 15,3% da receita anual de vendas. Em 2020, provavelmente vai ultrapassar os 20 mil milhões. Atualmente, este fabricante chinês conta com 85.000 patentes válidas globalmente, representando 90% das patentes de invenção. Também ocupa o primeiro lugar na Organização de Patentes da UE com 3524 pedidos submetidos.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também