Como é tratada uma pessoa com sintomas de COVID-19 em Portugal?

Atualização 4/4/2020

Ontem (3/4/2020) chegámos às tais prometidas 72 horas para saber se estou realmente infetado, e apesar de mencionarem que enviam os resultados por e-mail, também informaram que é boa ideia ligar para o laboratório caso os resultados não cheguem atempadamente.

Por isso, liguei para o local onde o meu teste está a ser analisado, para saber se estou realmente infetado ou não, isto antes das 16h. No entanto, a minha resposta foi um “Devido ao elevado número de testes realizados. Os resultados estão atrasados. Pelo que hoje não irá estar feito, talvez amanhã ou depois”

Sabendo isto, perguntei se podia ligar novamente no dia seguinte (hoje), por volta das 16h. Disseram que sim! Mas… Plot Twist: Depois das 14h de hoje (Sábado), todas as chamadas são recusadas. Em suma, não recebi os resultados, nem sei se os recebo hoje. Além disto, liguei para a linha Saúde 24 porque a baixa de apenas 7 dias está a acabar mas ainda não sei o resultado. Dito isto fui logo informado que no teste tem o dia em que foi feito e terá o dia em que será entregue. Ou seja, enquanto não ter os resultados do teste não posso voltar ao trabalho, tendo essas datas como prova.

Atualização 31/3/2020

Teste ao COVID-19 finalmente feito na Escola Básica Quinta dos Frades de forma gratuita, graças à Guia que me foi entregue nos últimos dias. Tempo de espera pode chegar até às 72h.

Liguei cerca de 20 vezes, até ficar em lista de espera. Posteriormente, passados 8 minutos, atenderam e prontamente resolveram a situação. Poucas pessoas no local, muito mais pessoal médico e enfermeiros do que civis. Agora é continuar a tomar Paracetamol para manter a febre e dores controladas.

A experiência hoje foi muito superior aos últimos dias. Esperemos que o sistema nacional de saúde continua assim, a evoluir.


Notícia Original

Segundo tudo o que lemos nas notícias, é possível ter uma perceção que na eventualidade de termos sintomas do Coronavírus (COVID-19) o sistema nacional de saúde vai ajudar de forma demorada, mas correta. Afinal de contas, tudo leva a crer que por enquanto, ainda temos capacidade de resposta para o que der e vier. Além disso, temos ainda as ajudas em caso ter de faltar ao trabalho e formas de contactar as entidades sem sair de casa correto?

Errado! Um jovem entrou em contacto connosco para contar a sua experiência com o sistema nacional de saúde, contando como é que as coisas são na verdade.

(Exclusivo) Como é tratado um jovem com sintomas de COVID-19 em Portugal?

Antes de mais nada, não iremos divulgar nomes, nem nada do género para não colocar a pessoa em questão num mar de problemas, visto que pertence a um orgão público. Mas podemos dizer que tudo está a acontecer em Lisboa, na capital do nosso País. Vamos lá começar!

28 para 29 de Março

“Sou jovem a rondar a casa dos 20 anos, aparentemente saudável e desportista. Mas durante as minhas folgas, comecei a sentir algumas dores de cabeça, algo que inicialmente pensei não chegar a algo mais grave. No entanto, na noite de 28 para 29 de Março, senti um desconforto na garganta, algo que soou alguns alarmes e fez-me tomar Paracetamol, que felizmente me ajudou a acalmar e a adormecer.”



Manhã de 29 de Março

“Acordei zonzo, as dores de cabeça aumentaram imenso e agora também sinto dores a sério na garganta. Além disto, tenho dores no corpo em geral e comecei a ter alguma espeturação amarela. Segui os procedimentos e descansei toda a manhã. No entanto, pela hora de almoço continuo com os mesmos exatos sintomas, com a temperatura do meu corpo a rondar os 37.6~37.9 ºC. Por isso, decidi ligar para a linha da Saúde 24.”

Experiência com o SNS 24 – 808 24 24 24

A chamada durou mais de 2h, primeiro fui atendido por um profissional de saúde que ao ouvir os meus sintomas passou a alguém superior. Algum tempo depois fui atendido e disseram que não deveria ir trabalhar e que deveria dirigir-me às Urgências do Hospital mais próximo de onde resido, com máscara, para me proteger a mim e aos outros.

Já no Hospital.

No hospital todos os sintomas se mantiveram, a febre foi novamente medida a 37.9ºC e continuei com dores na cabeça, corpo e garganta. Tenho a dizer que não tenho nenhuma doença conhecida nem problemas de saúde graves não sendo considerado um utente de risco.



Assim sendo, após 4h no Hospital, posso dizer que tudo serviu apenas para garantir que os sintomas que tenho relatado estão corretos. No entanto, fui mandado para casa onde afirmaram que deveria realizar o teste num Centro de Saúde ou Laboratório, ao mesmo tempo que me forneceram as folhas com contactos e moradas.

Novo antibiótico

Dia seguinte, realização do teste de despiste para o Covid-19 certo? Não…

Primeiro Centro de Saúde

Hoje dia 30 de Março de 2020, dirigi-me ao primeiro Centro de Saúde da Lista que me foi indicado, que supostamente faz testes desde o dia 26 deste mês. Chegado ao local, a resposta é que não fazem e só começam no dia 1 de Abril.

Segundo Centro de Saúde

Talvez tenha sido só azar, por isso, dirigi-me ao segundo centro de Saúde da lista que me foi fornecida no Hospital. Desta vez entrei e fui atendido, mas rapidamente me perguntaram o porque de me ter dirigido aquele local?!

Dirigi-me ali porque foi o segundo local que estava na lista indicada e até ficava perto de casa. Entretanto tenho a referir que fui bem atendido e aconselhado, sendo novamente rastreado por uma enfermeira e atendido por uma médica, que me passou uma Guia para efetuar o Teste COVID-19 noutro local. Foram fornecidas novas moradas… Sim leu bem, nem aqui me vão realizar o teste para o COVID-19!

Tudo devido ao número pequeno de testes diários disponíveis naquele centro, ao que apenas realizam o teste em doentes que são aqui acompanhados ou a pessoas idosas e pessoas consideradas de risco. Mais uma vez, fui basicamente mandado embora… Mas as coisas não ficam por aqui!

Adianto que segundo o SNS 24 tenho de ficar em isolamento em casa, algo que também foi escrito pelo Hospital num papel. No entanto, quando pedi o papel para me salvaguardar no trabalho, foi me entregue uma baixa “normal” de 7 dias.

O que me deixa na dúvida, afinal sou suspeito do coronavírus! Não deveriam ser 14 dias de isolamento profilático? Não deveria receber o papel que me garante o ordenado a 100% até o resultado do teste COVID-19?



com sintomas

Voltando à questão do teste!

Dirigi-me ao local onde nem necessito sair do carro para efetuar o teste para o Covid-19. Finalmente, descobri onde se situa, mas novamente bati com a cara na porta, não me deixam fazer o teste sem marcação e já começo a achar uma vergonha.

Foi me fornecido o número para a marcação 800 910 219, seguido da questão “Tem seguro?“. (Ou seja, pelo serviço público não deverá ser fácil fazer o teste de forma gratuita). Mas respondi que segundo a Guia que me tinham entregue não deveria pagar, em que rapidamente informaram que tenho de ser persistente porque a linha está sempre ocupada, de forma a ter autorização.

Até ao momento já tentei ligar mais 100 vezes, e em apenas 1 delas consegui um lugar na lista de espera. Ouvi a música de fundo e uma voz que repetia para aguardar a minha vez, tudo durou 20 minutos e depois sem aviso prévio a voz disse “linha ocupada impossibilidade de o atender”… E pronto, desligaram-me a chamada…

Obviamente, entretanto, já tentei todos os outros sítios que me foram recomendados e ninguém me atende.

coronavirus.Coronavírus com sintomas

Cheguei à conclusão

Vou para o terceiro dia com sintomas do que poderá ser muito bem ser apenas uma constipação forte, uma gripe ou uma outra coisa qualquer… Mas que também pode ser COVID-19. Enquanto tenho esta tremenda dúvida, posso ser um perigo para os outros, mas estão a obrigar-me a andar de um lado para o outro, a perder tempo em chamadas inúteis sem qualquer resultado prático.

Mas calma!

Apesar de tudo parecer mal, a minha consciência não me deixa sair de casa e por em risco outras pessoas. Vou continuar a seguir as indicações, mantendo-me a mim e aos outros a salvo.


Ora bem, com este depoimento, podemos assumir que as coisas não estão assim tão controladas no nosso País, apesar das muitas conferências que vemos todos os dias.

Ademais, o que pensa sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário