(Análise) Samsung Galaxy S22 Ultra: Uma experiência notável!

(Análise) Samsung Galaxy S22 Ultra: Há 2 dias, afirmei que não iria escrever esta review, que tinha decidido esperar, porque o Galaxy S22 Ultra que temos para teste, por sua vez baseado no novíssimo SoC Exynos 2200, estava a sofrer com vários problemas de software e falta de otimizações.

Achei ser o mais correto, porque a experiência que tenho tido não seria representativa da experiência real, que os consumidores vão ter a partir de hoje, dia em que o aparelho chega ao mercado. Mas claro está, a Samsung cumpriu (!) ao lançar uma atualização cheia de otimizações para o seu smartphone topo de gama.

Afinal de contas, nestes anos de análises a smartphones, esta não foi a primeira vez, e possivelmente não será a última, que vou ter nas minhas mãos aparelhos com software inacabado. Contudo, nunca irei fazer uma review, sem ter noção da experiência real que o utilizador irá ter, depois de comprar o smartphone. Nós, na Leak.pt, queremos passar o melhor testemunho possível, e queremos que vá comprar qualquer tipo de produto que nós analisamos, com a plena de consciência daquilo que vai pagar.

Existem outros meios de tecnologia que fizeram análises, antes desta atualização, a dizer maravilhas do aparelho, quando a sua utilização no dia-a-dia foi extremamente pobre. Mais uma vez avisamos, tenha cuidado com o que vê na Internet! Há quem faça tudo por tudo para cair nas boas graças das marcas.

Mas vamos ao que interessa!

O Galaxy S22 Ultra está agora pronto para rebentar com o mundo Android, e nós também estamos prontos para partilhar consigo o que esta fusão entre as gamas Galaxy S e Galaxy Note tem para oferecer.

(Análise) Samsung Galaxy S22 Ultra: Uma experiência notável!

Especificações Técnicas:

  • Ecrã: 6.8” Dynamic AMOLED QHD+ (1~120Hz)
  • Processador: Exynos 2200 (4nm)
  • Memória RAM: 8GB / 12GB
  • Armazenamento: 128GB / 256GB / 512GB / 1TB
  • Câmeras: 108MP (f/2.2), 12MP (f/2.2) ultrawide, 10MP (f/2.4) 10x telefoto, 10MP (f/2.4) 3x telefoto // Frontal: 40MP (f/2.2)
  • Bateria: 5000mAh (Carregamento de 45W com fio, e 15W sem fio)
  • Conectividade: Wi-Fi 6E, UWB, 5G

Portanto, antes de mais nada, a gama de smartphones Galaxy S22 aparece numa altura muito curiosa para a Samsung.

Ao fim ao cabo, depois de uma gama Galaxy S21, que inicialmente prometeu, mas rapidamente começou a cair no esquecimento, de um cancelamento do Note 21 Ultra, e por fim, de um profundamente estranho lançamento de um Galaxy S21 FE, menos de um mês antes do lançamento da gama Galaxy S22, muitos fãs do mundo Android começaram a questionar se a Samsung tinha perdido mesmo o pirolito.

Mas não!

O S22 Ultra veio demonstrar que a gigante Sul Coreana sabe o que está a fazer, ao apresentar uma arma extremamente interessante, e na verdade, sem rival, no mundo dos smartphones tradicionais, isto, sem dobras à mistura.

Na minha opinião, fazer do Galaxy S22 Ultra um autêntico Note, foi a melhor coisa que a Samsung podia ter feito.

Afinal, com esta decisão, a mais recente gama da gigante dos smartphones tem tudo aquilo que um entusiasta poderia querer. Temos um bom design, que agora segue uma filosofia muito própria da marca. Temos escolhas para todas as carteiras, e exigências… e finalmente, uma alternativa pensada para este novo mundo, em que o teletrabalho é ainda uma realidade, e o smartphone é por isso mesmo, uma ferramenta de trabalho cada vez mais essencial nas nossas vidas. Acha que a S-Pen é apenas um extra? Está muito enganado!

Mas vamos por partes.

Design

  • Dimensões: 163.3 x 77.9 x 8.9 mm
  • Peso: 229g

Comparativamente ao S21 Ultra do ano passado, o novo S22 sente-se mais maduro, mais magro (e por isso menos pesado), o que tudo junto, resulta numa experiência bem mais confortável para as nossas mãos.

Não é, obviamente, um smartphone pequeno, mas lá está, estamos a falar de um ‘Note’, o smartphone que começou a tendência dos ‘phablets’, no distante ano de 2011.

Quase a brincar, parece que o S21 Ultra passou o último ano de pandemia no ginásio, e agora saiu, assim, mais magro e mais bonito. O que dá mais força ao que eu já disse várias vezes, este é o melhor Galaxy S, em termos de design, que a Samsung alguma vez lançou.

Estamos a olhar para uma união do design do Note 20 Ultra, com o design do S21 Ultra.

Dois telemóveis, na minha opinião, bonitos e poderosíssimos. Que entretanto se juntaram para dar origem a um aparelho capaz de reunir todas as vantagens do ecossistema Galaxy, num único pacote.

Pessoalmente, apaixono-me pelo aparelho, sempre que olho para ele.

Ecrã

É aqui que a Samsung brilha todos os anos, ao fim ao cabo, não é por acaso que a grande maioria das suas rivais usam a sua tecnologia OLED para dar vida aos seus smartphones, onde até temos de incluir a Apple.

Pois bem, no S22 Ultra, podemos encontrar um ecrã AMOLED LTPO WQHD de 6.8” capaz de uma atualização dinâmica de frames de 1~120Hz. Sim, temos uma melhoria interessante face ao S21 Ultra do ano passado, que ‘apenas’ conseguia ir dos 10 aos 120Hz. O que por sua vez deverá traduzir-se numa poupança de bateria a longo prazo. Porquê?

Bem, os 120Hz são extremamente interessantes, mas… Nem todas as apps, ou conteúdo que vê no seu smartphone, tira partido desta capacidade do seu smartphone.

Faz sentido ter o ecrã a 120Hz, se estiver a ler um artigo estático? Claro que não. Por isso, com o S22 Ultra, a taxa de atualização vai baixar para 1Hz, assim que começar a fazer scroll, irá aumentar para os 120Hz. Em paralelo, também temos uma boa notícia para os gamers, visto que a resposta ao toque aumentou para uma frequência de 240Hz.

Entretanto, em termos de qualidade de imagem, é inegável que a Samsung aumentou a parada. Especialmente quando falamos do brilho máximo!

Afinal, além das melhorias já mencionadas, o ecrã do S22 Ultra é também agora capaz de chegar a um brilho máximo de 1750 nits, o brilho mais alto que alguma vez vimos num smartphone. Uma funcionalidade, que por acaso, já tive a possibilidade de testar, enquanto caminhava num destes últimos dias solarengos de Lisboa.

Curiosamente, não é apenas o brilho que sobe, o S22 Ultra é também inteligente o suficiente para perceber que tem de mudar o perfil de cor, para assegurar que o utilizador consegue ver tudo o que está a acontecer no ecrã.

Além da funcionalidade em cima mencionada (Vision Booster), o S22 Ultra também demonstra ser o aparelho perfeito para o consumo de conteúdo multimédia de alta qualidade. Afinal, o tamanho do ecrã foi inegavelmente pensado para isso, e o ecrã AMOLED da Samsung, é perfeitamente capaz de oferecer cores ricas, e ângulos de visualização fenomenais.

A S-Pen!

Com o fim da gama Note, este pequeno utensílio começou a aparecer em vários aparelhos do ecossistema Galaxy, especialmente no mundo dos tablets. Curiosamente, até o S21 Ultra já traz suporte à velha caneta, apesar de não ter espaço para a arrumar dentro do seu corpo de alumínio e vidro.

Pois bem, como o S22 Ultra é na verdade um Note, temos espaço finalmente espaço para a arrumar. Além disso, a S-Pen aparece aqui na sua melhor forma de sempre! Afinal de contas, parece que estamos mesmo a escrever com um lápis, ou uma caneta, numa folha de papel.

Muito resumidamente, a S-Pen que vem agarrada ao S22 Ultra, é a melhor S-Pen de sempre, tudo muito graças à diminuição da latência, que agora é de apenas 2.8ms, em vez dos 9ms do Note 20 Ultra de 2020. (Uma melhoria de 70%!)

Além de tudo isto, o S22 Ultra também é capaz de utilizar a famosa Inteligência Artificial para prever o que irá fazer com a caneta. Feliz ou infelizmente, até temos ali um ligeiro som, enquanto escrevemos, que me faz lembrar os velhos tempos a marrar para a faculdade, a gastar folhas e canetas a torto e direito.

Fotografia

Um dos pontos mais controversos! É que apesar do uso de um módulo de câmeras muito similar ao do ano passado, a Samsung afirma que a performance fotográfica foi alvo de um ‘upgrade’ massivo, especialmente em ambientes com pouca luz.

  • (Leia o comparativo S21 Ultra vs S21 Ultra aqui)

Entretanto, como uma imagem vale mais que 1000 palavras, deixo-vos com algumas das imagens que este S22 Ultra é capaz de capturar. Ora veja:

Macro

Foto sem Modo de Noite
Fotografia com Modo de Noite
Foto sem Modo de Noite
Fotografia com Modo de Noite

Em suma, a Samsung conseguiu fazer algo muito curioso com o módulo de câmeras do Galaxy S22 Ultra. O smartphone topo de gama da Samsung é agora capaz de captar imagens reais, com cores fidedignas, sem distorção.

Além de tudo isto, de maneira incrível, é capaz de apresentar um dos melhores modos de noite que alguma vez vi num smartphone. Ao fim ao cabo, a foto na praia, na galeria em cima, não tinha qualquer iluminação ambiente. Ou seja, não se via absolutamente nada à nossa frente. Ainda assim, tanto na captura normal, como na captura ‘Modo de Noite’, o S22 Ultra foi capaz de ir buscar detalhes, que verdade seja dita, eu não conseguia ver com os meus próprios olhos.

Para mim, este S22 Ultra oferece a câmera mais fidedigna, e mais completa, do mundo dos smartphones. É um aparelho, que apesar de ter de alimentar 108MP na câmera principal, consegue ser um “point-and-shooter”, algo que não acontecia nas iterações anteriores, ou seja, no S20 Ultra, S21 Ultra e Note 20 Ultra.

É muito fácil tirar uma boa foto com este smartphone, sem qualquer trabalho. Ao mesmo tempo que também é extremamente fácil manipular a foto, e criar uma autêntica obra de arte, numa simples captura via telemóvel, ao mexer em algumas definições básicas. É o que mais perto tempos de uma câmera dedicada no mundo dos smartphones.

Performance

Ao contrário de outros mercados, em vez do Snapdragon 8 Gen1, em Portugal, e na verdade, no resto da Europa, temos versões baseadas no mais recente SoC da Samsung, o Exynos 2200 de 4nm.

É um processador mobile desenvolvido em conjunto com a AMD, que por sua vez prometeu imenso no campo gráfico, ao trazer para cima da mesa a arquitetura RDNA 2, que entretanto dá vida às consolas de nova geração, placas gráficas Radeon RX 6000, e ainda, a consola portátil Steam Deck da Valve.

Infelizmente, já sabemos que a versão Snapdragon é significativamente mais poderosa, no entanto, se há coisa que não falta no S22 Ultra (especialmente depois da atualização de dia 25 de Fevereiro) é performance e fluidez.

Assim, felizmente, a atualização da Samsung trouxe várias otimizações para cima da mesa, que transforaram a experiência de utilização. Nunca mais tive soluços, problemas a mudar de aplicações, bloqueios intermitentes, e na verdade, o aparelho parece agora perfeitamente capaz de tirar partido da capacidade de andar entre o 1Hz e os 120Hz nos eu extraordinário ecrã AMOLED.

Dito isto, vamos aos resultados benchmark.

GeekBench 5

Este resultado deixa a versão Exynos um pouco abaixo da versão Snapdragon no campo Single-Core (1161 vs 1240), mas também a deixa um pouco acima no multi-thread (3575 vs 3392). Tivemos aqui um aumento de performance muito interessante com a atualização!

3DMark Wild Life

Neste benchmark, que já demonstra um pouco daquilo que o aparelho é capaz de oferecer com o SoC Exynos 2200, temos 6976 pontos e um framerate médio de 41.80 FPS.

Se formos olhar para a versão Snapdragon, o S22 Ultra consegue alcançar os 9984 e média de 59.8 FPS. É uma diferença considerável, mas é o expectável para as versões Exynos do smartphone.

3DMark Wild Life Extreme

Por fim, na versão Extreme do Benchmark em cima, o S22 Ultra Exynos 2200 chega aos 1963 pontos, com uma média de 11.80 FPS. O S22 Ultra Snapdragon alcança os 2346 pontos e 14 FPS de média. Mais uma vez, uma repetição da história Exynos vs Snapdragon.

Conclusão

Sim, a versão Exynos 2200 é mais fraca que a versão vendida noutras regiões do globo. Isto faz com que o S22 Ultra não valha a pena? Na minha opinião, não. Há muito tempo que os testes sintéticos apenas contam parte da história.

Acima de tudo, o que interessa é a utilização real, e o S22 Ultra é um dos melhores aparelhos do mercado, se quiser ter uma experiência mobile com tudo aquilo a que tem direito no mundo Android.

Em suma, não fique de pé atrás com o Exynos 2200. A Samsung já provou no passado, que é perfeitamente capaz de trazer vários tipos de otimizações ao longo do ano.

Bateria

Antes de mais nada, o S22 Ultra traz consigo uma bateria de 5000mAh, o que por si só, em conjunto com um SoC de 4nm, promete uma autonomia de luxo. Bem… Isto não é bem assim. Ainda assim, o S22 também não se porta nada mal, garantindo um dia de utilização (exigente) sem grandes problemas.

No meu melhor dia, consegui cerca de 9 horas, com os serviços de localização, modo de 120Hz ligado, e ainda o 5G ativo. Um número muito decente, mas curiosamente abaixo daquilo que o meu S21 Ultra é capaz de oferecer. (Isto pode vir a melhorar com as funcionalidade IA do aparelho, que se vai habituar à minha utilização, e claro, futuras otimizações fruto de atualizações vindas da Samsung).

Como é óbvio, temos também acesso aos tradicionais modos de economia de energia da Samsung, para esticar ao máximo o sumo da bateria.

Entretanto, no campo do carregamento, o Galaxy S22 Ultra oferece uma alternativa rápida de 45W, o que é um upgrade bastante significativo face aos 25W do S21 Ultra do ano passado. Isto significa, mais ou menos, 50% de bateria em 20 minutos.

Infelizmente, neste campo, a Samsung ainda está bastante longe das suas rivais chinesas, especialmente da Xiaomi, que além de suportar carregamento de 120W em vários aparelhos, inclui o carregador na caixa, algo que a Samsung deixou de fazer no ano passado, com a gama Galaxy S21.

Conclusão

Muito resumidamente, como disse em cima, o S22 Ultra é o smartphone mais bonito que a Samsung alguma vez lançou. Além disso, é também o aparelho mais completo de sempre da gama de smartphones da gigante Sul Coreana. Quer um excelente ecrã? Tem aqui. Quer uma excelente performance fotográfica? Também! Desempenho fora de série? Atrás da versão Norte-Americana, mas ainda assim, não vai sair desiludido.

Este Ultra é basicamente o culminar de duas gamas histórias do mundo Android, a gama Galaxy S e a gama Galaxy Note. Se podia ser melhor? Talvez… Se eu escolheria outro smartphone para me acompanhar em 2020? Provavelmente não.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

(Análise) Samsung Galaxy S22 Ultra: Há 2 dias, afirmei que não iria escrever esta review, que tinha decidido esperar, porque o Galaxy S22 Ultra que temos para teste, por sua vez baseado no novíssimo SoC Exynos 2200, estava a sofrer com vários problemas de...(Análise) Samsung Galaxy S22 Ultra: Uma experiência notável!