Análise Samsung Galaxy A9 – 4 câmeras num telemóvel?

O Samsung Galaxy A9 é um smartphone muito especial, afinal de contas, é o primeiro telemóvel com 4 câmeras traseiras do mercado… No entanto, para mim, é especial por um motivo totalmente diferente! A minha primeira análise na Leak.pt, foi o Galaxy A8, lançado há precisamente um ano. Que curiosamente, na altura, representava o primeiro smartphone do mercado com duas câmeras frontais para selfies.

Pois bem, passado um ano, qual foi a grande evolução? Vamos tentar perceber, nas próximas linhas!

Com o mercado de smartphones a passar por uma fase de estagnação, a Samsung começou a pensar em novas maneiras de aguçar o interesse dos seus consumidores. Desta maneira, a gigante Coreana decidiu lançar o Galaxy A7 (2018) com três câmeras, e posteriormente, o Galaxy A9, com quatro câmeras na sua traseira.

Análise Samsung Galaxy A9

No entanto, ao contrário do Galaxy A7, o A9 tem um preço bastante longe de um gama média tradicional… E assim, precisa de argumentos de peso para convencer os consumidores!

Por isso, a Samsung decidiu apetrechar mais um pouco este telemóvel, com 6 GB de memória RAM, 128GB de armazenamento e ainda uma bateria de 3800mAh… Será que tudo isto, em conjunto com um inovador sistema de quatro câmeras, chega para convencer alguém a dar 600€ por um telemóvel que ainda se encontra um pouco longe da gama mais alta?

Análise Samsung Galaxy A9 – Design

Se há algo que salta imediatamente à vista no Galaxy A9, é a sua cor gradiente! Um pouco à imagem daquilo que a Huawei fez com o seu P20 Pro e Mate 20 Pro… É que aparentemente, a Samsung percebeu a dica, e começou também a implementar este tipo de cor mais fora do normal e ‘jovial’ nos seus telemóveis.

Análise Samsung Galaxy A9

Curiosamente, acho esta cor ‘Azul Boreal’, bastante mais engraçada que a Twilight do meu Mate 20 Pro, e isso é dizer muito, visto que adoro essa cor.

No entanto, se meter uma capa no telemóvel, vai deixar de ver toda esta beleza, e vai ter de lidar com o que realmente é importante no Galaxy A9… Por isso, vamos falar sobre tudo o resto.

A frente do A9 é totalmente preta, com um ecrã Super AMOLED, um pouco ao estilo ‘Infinity’ que já é costume na gama Samsung Galaxy.

O restante design é o normal, vidro à frente e atrás, metal nas laterais… Com o afamado botão Bixby no lado esquerdo, e os botões de volume e o botão Power no lado direito do telemóvel. Além disto, irá encontrar o sensor de impressão digital na traseira, numa área bem central, e por isso, bastante longe das câmeras, que ao contrário da linha Galaxy S e Galaxy Note, se encontram no canto superior esquerdo.

Análise Samsung Galaxy A9

O telemóvel tem um tamanho bastante significativo, o que por ventura, poderá significar que o uso com apenas uma mão está fora de questão… No entanto, é bastante fino, e confortável em largos períodos de uso.

Em suma, o Galaxy A9 é um telemóvel extremamente bem conseguido a nível estético! Dá vontade de o agarrar e usar, mesmo que não tenha qualquer necessidade de usar o telemóvel.


Análise Samsung Galaxy A9 – Performance

O Galaxy A9 (2018) tem uma performance quase tão boa quanto os topo de gama Galaxy de 2018! O SoC Snapdragon 660 bem como os 6GB de memória RAM asseguram que não irá ter de lidar com qualquer ‘soluço’ ou lag no seu dia a dia.

Além disto, o Multi-tasking é também bastante rápido, e por isso não irá notar grandes atrasos se passar a sua vida a trocar de aplicações.


Nota do Redator – Em boa verdade, nunca fui muito fã da performance dos mais recentes smartphones Galaxy… Fiquei bastante desiludido com a performance do A8 no início do ano passado! E ainda mais com o Galaxy S9+, que lado a lado com um S8+, chegou a perder na abertura de aplicações como o Facebook ou o Instagram…

Mas com o Galaxy A9, tenho de dizer que foi uma experiência positiva! Fiquei impressionado com a qualidade e performance do aparelho.

O que é de louvar, e talvez um sinal de que a Samsung está a levar a otimização do software a sério!

Esperemos que a nova interface OneUI eleve ainda mais o desempenho e otimização do software da Samsung. Visto que pelo menos na minha opinião, é o que mais falta faz na oferta da gigante Sul Coreana… Uma experiência de utilização que consiga acompanhar o design e qualidade de construção dos aparelhos.


Dito tudo isto, com o Galaxy A9, não irá ter qualquer problema em jogar os jogos mais exigentes como o PUBG ou o incrivelmente popular Fortnite! O telefone nem sequer aquece nada de especial, o que acaba por ser impressionante. (Tendo em conta a sua espessura mínima)

Sensor de impressão digital

Uma das maiores falhas do Galaxy A9 está no seu sensor de impressão digital! Foi até por vezes irritante, as vezes que falhou em identificar corretamente qualquer um dos meus dedos previamente registados.

Aliás, mesmo quando deteta a impressão corretamente, não é especialmente rápido a entrar na interface… No entanto, pode ser apenas um problema com a minha unidade de teste, e não algo generalizado.

Análise Samsung Galaxy A9 – Ecrã

Análise Samsung Galaxy A9

Ademais, quanto ao ecrã ‘Infinity’ Super AMOLED’, vamos ser muito diretos ao assunto… Não é tão perfeito quanto os ecrãs usados nos modelos topo de gama.

Mas continua a ser um excelente exemplo daquilo que a Samsung é capaz de fazer com a tecnologia OLED.

As cores são vivas, os pretos são profundos, os ângulos de visualização são amplos e os níveis de brilho são excelentes! No entanto, as margens são um pouco maiores do que aquilo que seria desejável para um aparelho de 600€… Mas hey, pelo menos não temos ‘Notch’!

Análise Samsung Galaxy A9 – Câmeras

Análise Samsung Galaxy A9

Por fim, vamos lá falar do que torna este telemóvel realmente especial no mercado de smartphones em 2019… Afinal de contas, o Samsung Galaxy A9, é o primeiro aparelho com quatro câmeras do mercado! Ao contar com um sensor primário de 24 MP, um sensor de 10MP telefoto com capacidade de Zoom ótico 2x, um sensor de 8MP ultra-wide, e ainda um sensor de 5MP para o efeito ‘Bokeh’.

Mas infelizmente, o sensor de 10MP não é grande coisa a preservar os detalhes, em comparação com o sensor principal! A não ser que tenhamos uma luz ambiente muito boa… Além disso, as imagens com Zoom podem ter um balanço de brancos um bocado estranho.

Similarmente, uma outra limitação passa pela abertura da lente telefoto. No fundo, como a lente principal tem uma abertura de F1.7… As fotos tirada com algum Zoom, acabam por ficar um pouco mais escuras do que o desejado. E em situações com uma luz menos favorável, o Galaxy A9 opta muitas vezes por usar a lente principal para o Zoom digital.

Ademais, será que estas quatro câmeras traseiras valem o dinheiro?

Não me parece… Enquanto todas as quatro câmeras têm um propósito específico, acabam por não oferecer a qualidade fotográfica que esperaríamos de um telemóvel de 500/600€! No entanto, o Galaxy A9 acaba por se redimir em outros campos, como a performance e autonomia.

Análise Samsung Galaxy A9 – Bateria

Este é sem dúvida um dos pontos mais fortes do Samsung Galaxy A9 (2018)!

Em suma, a autonomia deste smartphone é fantástica. Assim, com um uso leve/normal, irá conseguir ficar pelo menos um dia e meio longe do carregador, sem grandes problemas.

Além disto, a bateria de 3800mAh, suporta carregamento rápido! Por isso dar uma boa ‘bombada’ antes de sair de casa, mesmo que se tenha esquecido de o carregar durante a noite… Pode realmente ser o suficiente para não ficar sem bateria durante todo o dia.

Análise Samsung Galaxy A9 – Conclusão

Análise Samsung Galaxy A9

Em suma, o Galaxy A9 é um aparelho bastante completo! Tem um ecrã muito bom, apesar de ficar atrás daquilo que a Samsung oferece no S9 e Note 9.

Primordialmente, possui uma performance muito boa, excelente autonomia e uma boa quantidade de memória. Posteriormente, pode ainda contar com uma câmera principal capaz de capturar excelentes fotografias! (Se estiver num ambiente com boa luz ambiente)

No entanto, a Samsung meteu um grande foco no sistema de quatro câmeras… O que na minha opinião não aquece nem arrefece… Está lá, mas podia nem estar, não o torna nem melhor nem pior que outros telemóveis com menos câmeras.

Portanto, pelo preço pedido, iria sempre optar pelo Galaxy S9/S9+, ou até Galaxy S8/S8+… Ou então, esperaria pelo lançamento da gama Galaxy S10 no dia 20 de Fevereiro, juntando mais alguns trocos até lá!