Xiaomi Poco F1: Depois do software agora é ecrã que sangra

O Poco F1 da Xiaomi foi apresentado como o telemóvel com chipset Snapdragon 845 mais barato do mundo. No entanto, apesar de atrativo, no início teve alguns problemas relacionados com software que entretanto foram corrigidos. Agora o problema é mais grave porque está relacionado com hardware. Na prática os utilizadores alegam que os seus Poco F1 têm o ecrã danificado.

Partes inferiores e laterais danificadas

Num tópico dedicado nos Fóruns do XDA, alguns utilizadores começaram a publicar imagens do Poco F1 com problemas de “sangramento” do ecrã. As imagens revelam que as áreas afetadas incluem as partes inferior e as laterais do painel LCD. Uma unidade do Poco F1 para análise que foi enviada para uma publicação indiana também estava com o mesmo problema. No entanto, parece que nem todas as unidades do F1 estão afetadas, pois há utilizadores que não se queixam.

Xiaomi Poco F1

Um utilizador dos Fóruns XDA, que foi o primeiro a identificar o problema, afirmou que entrou em contato com a loja onde o comprou a solicitar uma substituição. A solicitação de substituição foi rejeitada, embora um técnico tenha confirmado o problema. Agora finalmente conseguiu o dinheiro de  volta.

Sem correção possível. Verifique agora se tem este problema!

Este problema de sangramento do LCD é um problema de hardware que não pode ser corrigido através de atualizações de software. É causado principalmente devido ao sangramento da luz de fundo. Uma forma fácil de identificar o problema é mudar para o tema escuro, em que as áreas afetadas no painel LCD parecerão claras.

A outra maneira de verificar se uma unidade Poco F1 está afetada passa por um simples teste. Para isto vá até Configurações> Sobre o telefone e, posteriormente, toque quatro vezes em Versão do kernel e depois em Exibir. O teste vai mostrar as cores vermelho, azul e verde. Se o sangramento  do ecrã estiver presente, as cores ficarão pálidas nas partes laterais.

Neste problema reportado o “sangramento” não aumenta. Assim os utilizadores podem continuar a usar o aparelho normalmente. É que numa utilização normal ele não é detectado. Entretanto a Xiaomi deverá comentar em breve este assunto.

Fonte 12|via

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário