Usa Chromium? A Google vai implementar novas restrições!

O Google decidiu mudar as regras nas APIs do browser Chromium e então os distribuidores Linux estão a adotar abordagens diferentes sobre o que irão fazer com este navegador de código aberto.


500 milhões de números de telemóvel à venda! Culpa é do Facebook


Usa Chromium? Parece que a Google vai implementar novas restrições!

O Chromium

Embora o Chrome seja bastante conhecido nos sistemas Windows, o Chromium nunca teve tantos utilizadores. Porém há que o use e parece que irá passar por alguns “problemas”.

Entretanto a Google afirmou ter encontrado alguns browsers baseados em chromium, a integrar algumas funcionalidades “supostamente” exclusivas do Chrome. Tal como a sincronização do chrome e a Click to Call. Por outras palavras, isto significa que alguns utilizadores podiam entrar na sua Conta da Google e armazenar os seus dados tais como os favoritos. Não só no Chrome como também em browsers baseados no Chromium.

Dito isto tudo, a Google já veio então referir que a partir de 15 de março irá limitar o acesso a muitas interfaces de programação de aplicações (API).

Entretanto ao olhar de uns, a Google está só a tentar ter mais segurança nos sistemas Chromium. Porém, na verdade, está apenas a “exigir” que usemos o Chrome.

Contudo, os programadores poderiam simplesmente retirar as chaves de API da linha principal do Chrome, e implementar no Chromium. No entanto estariam sujeitos a uma ação judicial por parte da Google.

E quanto a Edge, Brave e outros?

Existem navegadores baseados em Chromium, que possuem igualmente recursos de sincronização como o Chrome, porém estes possuem um serviço próprio, e não dependem do Google então não sendo afetados.

Entretanto há também alternativas para quem tenciona mudar de windows para linux, a Firefox também é de código aberto e tem recursos de sincronização.

Em suma, vemos que alguns navegadores irão ficar “incompletos”, contando que irão ficar sem uma boa funcionalidade.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

Leia também