Inicio Especiais (Especial) Televisões OLED vs LED (QLED, Full Array-LED, etc...)

(Especial) Televisões OLED vs LED (QLED, Full Array-LED, etc…)

Apesar de já não ser comum ver o termo ‘LCD‘ nos dias que correm, a grande maioria das TVs comercializada são baseadas nesta mesma tecnologia. Ao fim ao cabo, estes modelos usam um backlight LED, sendo no fundo modelos TVs LED LCD ou apenas TVs LED para ser mais bonito aos olhos dos consumidores.

Pois bem, mas como deve saber, além do LED, temos uma outra tecnologia bem diferente e cada vez mais popular no mercado, apesar de ainda ser cara… Estamos a falar das TVs OLED!



Mas sabe quais são as diferenças entre as TVs OLED e TVs LED? Vamos tentar perceber!

OLED vs LED

Primeiramente, vamos tentar explicar cada uma destas tecnologias, que são no fundo dois caminhos bem diferentes para uma qualidade de imagem brutal. Diferentes como? Tudo depende do que acontece dentro do televisor.

LCD – Liquid Crystal Display

As TVs LCD usam uma fina camada de cristais líquidos entre dois painéis de vidro transparente. Que depois levam com uma grelha composta por milhões de transistores capazes de passar cargas elétricas aos cristas, de forma a conseguir controlá-los.

Assim, apesar destes cristais formarem a imagem, estes não são capazes de criar uma fonte de luz. Por isso, é necessário implementar um backlight atrás do LCD. No caso das TVs LED, temos pequenos mas brilhantes LEDs por detrás do painel, com cada cristal liquido a funcionar como uma espécie de porta, deixando ou não a luz passar.

Dito tudo isto, existem vários tipos de backlight para TVs LED, que por sua vez poderão melhorar ou piorar a qualidade de imagem do painel. Estes são os 4 principais tipos:

1. Edge-Lit

OLED vs LED

A maioria das TVs LED usam iluminação ‘Edge’, por ser mais barata. Ou seja, estamos a falar de uma série de LEDs nas margens do ecrã (Alguns modelos não metem em todas as margens.) A ideia é redirecionar e espalhar a luz de forma uniforme, para produzir uma imagem com qualidade. Uma das vantagens deste método, é a possibilidade de construir TVs ultra-finas.

2. Direct-Lit

OLED vs LED

Este backlight é no fundo uma grelha de LEDs atrás do painel de cristais líquidos. Mas não confunda este método com o Full-Array. No Direct-Lit temos apenas algumas dezenas de LEDs, que não podem ser ligados/desligados de forma independente. Por isso, é uma tecnologia bastante aquém da mais moderna Full Array utilizada por grandes marcas como a Sony.

3. Full-Array LED

OLED vs LED

Este é basicamente o ‘Gold Standard’ das TVs LED, sendo encontrado apenas em alguns modelos topo de gama de grandes marcas. Dito isto, este tipo de backlight é formado por uma grelha de LEDs capazes de cobrir toda a traseira do painel.

Ou seja, a grande diferença entre este método e o Direct-Lit, passa pelo número de LEDs, bem como o facto deste backlight ser dividido por zonas, ou até contar com LEDs completamente independentes uns dos outros. O resultado é um contraste excecional, bem como uma detalhe nas sombras muito acima do normal.

4. Quantum Dots (exemplo: Samsung QLED)

OLED vs LED

A mais recente inovação nos backlights LED é nada mais nada menos que a tecnologia Quantum Dots. Aqui estamos a falar de nano-cristais super pequenos capazes de gerar uma luz super intensa. Assim, em conjunto com o backlight Azul, estes quantum dots são capazes de produzir luz verde ou vermelha. E claro, por sua vez, é possível criar as milhões de cores e brilho necessário para conteúdo HDR 4K.

OLED – Organic Light Emitting Diode

OLED vs LED

As TVs OLED chegaram primeiramente ao mercado em 2013! Trazendo um material de ecrã completamente diferente do habitual. Afinal de contas, estamos a falar de uma camada de pixéis composta por uma substância orgânica capaz de ser controlada por uma corrente elétrica.

Mas o mais interessante no meio disto tudo… É que não há Backlight! 

Na tecnologia OLED, cada pixel (ou sub-pixel) tem a sua própria fonte de luz independente. Por isso, não é necessária a implementação de um backlight, nem ter de lidar com as suas limitações. Aliás, com um ecrã OLED, podemos desligar completamente os píxeis de forma individual, conseguindo ter acesso a uma imagem realmente preta! (Mais preta que desligado não há). Ou seja, o melhor backlight, é não ter backlight.

OLED vs LED (Tamanho, Preço, Qualidade de Imagem e Resolução)

OLED vs LED
OLED vs LED

As TVs LED estão disponíveis em variadíssimos tamanhos, indo dos 19” até aos 88”, similarmente, também temos TVs LED com todas as resoluções. Entretanto, as TVs OLED começam nos 55”, com várias opções até às 77”, sendo exclusivamente focadas nos 4K (ou 8K).

Dito isto, enquanto uma TV LED de 55” 4K custa qualquer coisa como 300~400€, uma TV OLED 4K de 55” custa facilmente 1200€ ou mais. Porquê? Muito resumidamente, as TVs OLED oferecem uma qualidade de imagem muito superior ao tradicional modelo LED.

Aliás, apenas as melhores TVs LED conseguem chegar perto das potencialidades de uma boa TV OLED (Ex: Modelos Full Array LED). Contudo, os melhores modelos LED já chegam muito perto dos preços OLED.

Qualidade de Imagem

Existem algumas vantagens e desvantagens na escolha de uma boa TV LED ou boa TV OLED. É que apesar de toda a qualidade de imagem do OLED, este tipo de televisão tem mais dificuldades no brilho, sendo uma opção mais sensata para meter em espaços indoor, onde o excesso de iluminação nunca será um problema. Entretanto, uma TV LED vai ser quase sempre uma melhor opção para outdoor, ou ambientes com muita luz.

Em suma, a grande maioria das TVs OLED chega aos ~800 nits de brilho. Isto enquanto os melhores modelos LED já chegam aos 1500~2000 nits.

Similarmente, temos também o contraste e níveis de pretos, fatores essenciais na era do HDR (High Dynamic Range), que é cada vez mais um standard nas TVs 4K. Ao fim ao cabo, é preciso ter em conta que a capacidade de criar pretos profundos, é inegavelmente o fator mais importante na qualidade de imagem de um ecrã. Assim, como o OLED é capaz de desligar completamente pixel a pixel, estas TVs conseguem produzir pretos reais, e por isso, um contraste basicamente infinito.

No campo das TVs LED, mesmo as que usam backlight Full-Array, apenas os modelos mais apetrechados e mais caros conseguem chegar perto deste nível de profundidade de pretos. Infelizmente, na grande maioria das TVs LEDs, o preto é mais cinzento que outra coisa qualquer.

Conclusão

Tanto as TVs OLED como as LED irão ser capazes de uma qualidade de imagem brutal! No entanto, existem diferenças grandes em alguns aspetos. Especialmente nos contrastes e profundidade de pretos no lado do OLED, e brilho no lado do LED.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também

Fantasma da bateria ataca Galaxy S10, S20 e Note 10 e 20!

De acordo com o site SamMobile, alguns smartphones topo de gama entre 2019 e 2020 da Samsung estão a ter problemas com o indicador...

Quer uma PS5 de 399€? Boa sorte! O stock é super limitado

Não foi assim há tanto tempo que a Sony anunciou (finalmente) os preços das suas consolas de nova geração, a PlayStation 5 (499€) e...

ASUS Zenfone Max Pro M1 recebe o Android 11. Instale já!

O Asus Zenfone Max Pro M1 é sem dúvida um dispositivo muito interessante. De facto, na altura do lançamento tive a oportunidade de testar...

Xiaomi Mi 10 5G (8GB/128GB) a 464€ vindo de Espanha!

A gigante chinesa Xiaomi lançou no início do ano a gama de smartphones Mi 10 (Mi 10 e Mi 10 Pro), idealizada para rivalizar...

A NVIDIA vai começar o ‘enterro’ do SLI em Janeiro de 2021

As soluções 'Multi-GPU' como o SLI e o Crossfire sempre foram um bocadinho mais focadas nos entusiastas, ou seja, os utilizadores que querem o...