SPECTRUM: O MAIS RELEVANTE DE 2017 (PARTE 2)


Por em

Conforme prometido a semana passada, revelamos agora o que de mais de importante aconteceu no panorama do Spectrum no terceiro trimestre de 2017.

E em julho, para algo completamente diferente como os saudosos Monty Python diriam, a música associa-se novamente ao Spectrum, depois de algumas brincadeiras nos anos 80 dos Stranglers, Peter Schilling e Thompson Twins, entre outros. Assim, os Radiohead reeditam o mítico álbum Ok Computer com uma agradável surpresa pelo meio: uma cassete c90 incluindo um ficheiro para o Spectrum. O único problema é o preço, pois a cassete surge integrada numa caixa deluxe, que tem um custo de 120 euros. Mas louve-se a intenção.
É também nesse mês que surge o crowdfunding para uma nova Crash, a prestigiada revista inglesa dos anos 80. A campanha foi um sucesso, estando prometido um anuário e uma série de perks mais para final do ano.

Entretanto Jaime Grilo continua bastante ativo e lança uma nova edição de The Adventures of Jane Jelly @ the Treasure of Zedin, a Nightmare Version. Mas as novidades ao nível dos jogos não ficam por aqui, pois Mat Recardo lança o seu segundo jogo num curto espaço de tempo, desta vez um excelente clone de Cybernoid chamado Hyperkill.

Agosto, apesar de ser o típico mês de férias, continua a ser fértil no lançamento de bons jogos. That Sinking Feeling e Circuitry (de John Blythe), são dois exemplos daquilo que se fez de bom neste período. É também neste mês que começa um vaga de jogos criados por programadores espanhóis utilizando o motor 3D Game Maker, surgindo Deep Blue. E por fim, estreia para um dos mais talentosos programadores da atualidade, Allan Turvey, que lança uma deliciosa conversão de um jogo de arcada chamado Terrapins, e que mais tarde dará origem a uma versão física em cassete, acompanhado de um clone de Space Invaders (InvAGDers).

Em meados de setembro é anunciado o regresso da mítica software house espanhola, Topo Soft, pela mão de Alfonso Fernandez Borro, mais conhecido como Borrocop. Na calha poderão estar vários jogos que nunca foram finalizados ou a adição de novos níveis em alguns outros. Mas a maior surpresa é mesmo a colaboração entre este programador e o blogue Planeta Sinclair, levando ao aparecimento de jogos traduzidos para a nossa língua. O primeiro deles, Em Busca do Mortadela, que além de ser gratuito para quem o quiser descarregar em formato digital, veio a originar também uma versão em cassete em português (além de espanhol e inglês), tendo sido divulgado em primeira mão na Leak e no referido blogue.

Aliás, o panorama espanhol está em grande neste final do ano, com o aparecimento de um segundo volume do livro El Mundo Del Spectrum +, patrocinado pelo influente blogue com o mesmo nome.

É também neste mês que é criado o colectivo Espectroteam (quatro colaboradores do blogue Planeta Sinclair), que além da preservação de software e literatura (magazine Micro7ete, por exemplo), pegaram agora em jogos antigos portugueses criados pela dupla Marco & Tito (Ravina, Meteoritos e Invasão), fazendo-lhe alguns melhoramentos, além de anunciarem ainda um novo jogo para 2018 baseado num jogo dessa dupla: Varina.

E num mês tão fértil em lançamentos, não poderíamos deixar escapar os novos jogos para o “nosso” Jaime Grilo (The Adventures of Jane Jelly @ The Treasure of Hotmarmalade) e Mat Recardo (Robot 1 in… The Planet of Death), bem ao estilo do que estes dois talentosos programadores já nos habituaram.

Finalmente, o trimestre não acaba sem o lançamento do tão aguardado The Sword of Ianna, um épico ao estilo de Prince of Persia e Castlevania, sendo amplamente elogiado e por muitos considerado como o melhor jogo alguma vez criado para o Spectrum. Fizemos na altura do seu lançamento uma review completa, pois este é daqueles jogos que marcam um estilo e uma época, havendo um antes e um depois de The Sword of Ianna. Além do jogo ser magistral, a edição também é um luxo, contendo um cartucho com a memória adicional que permite carregar os 256 k de memória aqui incluídos.

E se o terceiro trimestre terminou da melhor maneira, nos últimos três meses do ano também existiram boas surpresas, as quais iremos dar conta na próxima semana.

Leia também

Ou veja mais notícias de Jogos

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

“Projeto Linda” da Razer com mão cheia de prémios na CES

Intel confirma, “ecrãs azuis” a afectar os seus processadores

Seguinte