Smartphones da Samsung e Apple excedem o limite de radiações


Por em

A tecnologia tem muitos aspectos positivos que facilitam em larga escala a vida dos utilizadores. No entanto, também existem inconvenientes. São exemplo disso, a nossa dependência dos smartphones e até a poluição. No entanto, a questão que vou abordar é um pouco diferente e está relacionada com uma acção judicial imposta por um grupo de advogados americanos com alguns smartphones e Apple que excedem o limite de radiações.

Smartphones da Samsung e Apple excedem o limite de radiações

O laboratório da Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos que muitos conhecem por cá como FCC já realizou um estudo acerca disto e confirma que alguns dos dispositivos destas duas marcas excedem os limites de radiação estabelecidos nos Estados Unidos e que de uma forma geral acabam também por ser os limites em muitos outros países. Devido a isto, a empresa de advogados FeganScott, decidiu processar os fabricantes por “colocarem em risco a saúde dos consumidores”.

limite de radiações

A BusinessWire foi o meio que revelou todos os detalhes acerca de uma das questões mais controversas do ano. A propósito disto Beth Fegan, responsável sénior do escritório de advogados FeganScott, afirmou que os fabricantes devem assumir a responsabilidade por este tipos de atos.

“Os smartphones da Apple e da Samsung mudaram a forma como vivemos. Assim, adultos, adolescentes e crianças acordam para verificar os e-mails ou jogar e fazer exercícios no trabalho ou na escola nos seus smartphones. Eles andam com estes dispositivos nos bolsos durante o dia e literalmente dormem com eles na cama”, disse Fegan.

“Os proprietários de smartphones em todo o país merecem saber que os níveis de radiação RF dos smartphones ao tocar a pele ou usados ​​perto do corpo podem ser inseguros”

Mais especificamente, o estudo concentrou-se nos seguintes modelos: iPhone 7 Plus, iPhone 8 e iPhone XR. No caso dos Android, foram analisados os dispositivos Galaxy S8, Galaxy S9 e Galaxy S10.

Neste caso, o iPhone 8 excedeu o limite de exposição federal em cinco vezes. E o Samsung Galaxy S8 tem três vezes mais radiação que o permitido nos EUA.

“Os fabricantes disseram aos consumidores que eles são seguros. Então sabíamos que era importante testar a exposição à radiação RF para sabermos se isto era verdade ”, observou Fegan. “Não é verdade. Os resultados independentes confirmam que os níveis de radiação RF estão bem acima do limite de exposição federal. Por vezes, excedem os 500%, quando os smartphones são usados ​​da forma que a Apple e a Samsung nos incentivam. Os consumidores merecem saber a verdade. ”

É verdade que os hábitos das pessoas mudaram com o advento da tecnologia. Hoje, normalmente passamos muitas horas presos aos nossos smartphones. Portanto, o perigo aumenta se os níveis de radiação excederem os limites impostos. Assim, este grupo de advogados quer representar todas as pessoas que utilizam estes equipamentos, até para que possam ter ajuda médica caso seja necessário.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Mercedes foi ‘obrigada’ a reduzir a produção de modelos AMG em 75%

Os descontos de inverno da Steam têm muitas surpresas!

Seguinte