iPhone XI

Será que o iPhone 11 vai ‘salvar’ as vendas da Apple? – A Apple está pronta a lançar três novos iPhones no fim do verão de 2019! Aparelhos que vão ser no fundo os sucessores do iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR. Portanto, estes smartphones deverão ser anunciados no início de Setembro, com as vendas a começar no fim do mês. (O que é quase tradição quando falamos do iPhone da Apple)

Os planos de produção já estão a ser implementados e seguidos à risca, com a Apple a planear produzir cerca de 75 milhões de unidades na segunda metade do ano.

iPhone XI

Assim, várias pessoas ligadas ao assunto, partilharam com o Bloomberg detalhes acerca daquilo que se deverá passar com o iPhone 11. Informações que parecem indicar optimismo por parte da Apple, apesar de vários fatores externos que podem vir a complicar as coisas. (Guerra comercial entre a China e os Estados Unidos… E claro, a estagnação no mercado de smartphones)

Os fornecedores de componentes já estão prontos a começar as hostilidades, com a Foxconn a preparar para aumentar a produção para umas incríveis 80 milhões de unidades caso existe essa necessidade. Aliás, a fabricante até já está a contratar trabalhadores extra para esta temporada. E pelos vistos até aumentou os ordenados em 10%.

No entanto, apesar dos fornecedores de componentes, e da Foxconn estarem prontos… Não quer dizer que a Apple vá conseguir vender muitos iPhone 11

Afinal de contas, as coisas até já estão a ser planeados, a contar com uma possível correção nas unidades a produzir, caso a procura fique aquém do esperado.

Caso não saiba, a Apple já nem partilha publicamente o número de aparelhos vendidos. Por isso vai ser muito difícil perceber como é as coisas vão correr para a gigante Norte Americana.

Ainda assim, parece que a Apple está otimista, e talvez até tenha razões para isso!

apple

Dito isto, segundo alguns analistas, é muito provável que a Apple consiga meter mais iPhones no mercado em 2019. Com alguns a apontar para um aumento de 7%. Enquanto outros até apontam para valores mais altos, como Ming-Chi Kuo que menciona as 75-80 milhões de unidades vendidas em 2019. (No ano passado foram 69 milhões de unidades)

Tudo isto parece demasiado bom para ser verdade, especialmente quando a concorrência vai ser feroz no lado do Android. E o iPhone de 2019 não vai ser muito mais que um iPhone X com mais uma câmera na traseira.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião, nos comentários em baixo.

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.