Utilizadores chineses do iPhone estão a optar pela Huawei!

Enquanto a guerra comercial entre os EUA e a China envolvendo a Huawei e outros fabricantes de smartphones, parece não ter fim… Desta vez, vamos falar de um estudo da empresa QuestMobile que curiosamente sugere uma migração significativa de utilizadores chineses de iPhone para dispositivos Android.

Na prática, os dados indicam que cerca de metade dos utilizadores Chineses do iPhone, fizeram esta troca nos primeiros seis meses deste ano. E desses, quase metade optou por um smartphone Huawei.

Assim, perante as eventuais restrições tecnológicas dos EUA, o consumidor chinês está a mudar a fidelização à marca de smartphone. E, neste caso, a Huawei é aquela que mais assume a face visível dessa mudança.

Huawei Android

O estudo da QuestMobile revela alguns dados que confirmam esta tendência, fazendo mesmo a distinção entre os modelos de iPhone preteridos.

Por exemplo, 46% dos utilizadores de iOS que investiram em novos dispositivos optaram por um modelo Android. Isto é, a QuestMobile indica um aumento de 2,8% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Outros dados confirmam esta tendência: 42,9% dos utilizadores do iPhoneX na China escolheram a Huawei quando mudaram para Android. E menos de um quinto dos utilizadores de Android que compraram novos dispositivos escolheram os produtos da Apple nesse período.

Para além disso, a quota de mercado da Apple e da Huawei na China nesse período confirmam esta migração. O mercado de smartphones Apple caiu para 23,5% no primeiro semestre de 2019. No mesmo período do ano anterior, essa presença representara 25,5% de quota de mercado.

Enquanto isso, o peso da Huawei passou de 17% para 21,6%, comparando os primeiros semestres de 2018 e 2019.

Com efeito, a crescente procura de smartphones Huawei na China poderá ajudar a empresa a enfrentar uma eventual proibição de compra de componentes nos EUA.

No entanto, a gigante de telecomunicações espera uma forte queda nas vendas internacionais no segundo semestre de 2019. A expectativa é de uma queda entre 40 milhões e 60 milhões de dispositivos, em comparação com o ano anterior.

Via

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário