Será 2018 o pior ano da Samsung..ou apenas menos bom ?

Este ano a Samsung aproveitou a MWC para apresentar o seu topo de gama, o Galaxy S9 e S9+, com algumas melhorias, mas a dúvida está se estas inovações serão suficientes para competir com a forte concorrência.

A Samsung é a líder incontestável no mercado mobile, ano após ano vê as suas vendas aumentarem, muito devido a uma vasta gama de smartphones para todas as carteiras, no entanto, este ano podemos ver uma gama média com mais inovação do que os topos de gama.

Samsung
Galaxy S9+

A verdade é que 2018 não se prevê um ano muito famoso para a empresa Coreana, apesar dos seus dispositivos apresentarem uma boa construção os seus preços também continuam a subir.

Galaxy “A”

Samsung

A linha “A” está muito interessante com um A8 muito perto da linha “S”, tanto em design como em preço, pelo menos em comparação ao S8, o que torna a escolha muito difícil para o utilizador. Mas em Portugal sabemos bem que a gama média está entregue à Huawei com a sua grande variedade a preços muito apelativos.

Galaxy “S”

Samsung

Falando agora da linha topo de gama, a linha “S”, esta é a que tem mais sucesso entre os utilizadores, ou pelo menos a que é mais falada, normalmente a alternativa óbvia para quem não quer um iPhone.

O Galaxy S9 vem com basicamente o mesmo design do modelo anterior, apenas com pequenas melhorias tanto em design (impressão digital) como na sua câmara com abertura variável.

Mas para muitos o que foi apresentado não é suficiente para conquistar os corações dos utilizadores que têm um S8 ao ponto de renovarem o seu dispositivo. E se nem os fãs o fazem, muito menos os utilizadores de outras marcas o vão fazer.

Galaxy Note

Samsung

Esta gama é destinada para pessoas que gostam de ter tudo no seu smartphone, e muitas vezes trabalhar nele. É o único terminal que oferece uma caneta como parte da interacção, mas para além disso pouco mais oferece em comparação com o novo modelo S9+. Isto não esquecendo que o Note 8 é o dispositivo mais caro da marca, chegando mesmo aos quatro dígitos.

Já se fala do próximo Note 9, mas os rumores não falam de grandes inovações…

A concorrência

Temos visto outra marca a aumentar consideravelmente a sua presença no mercado, falo da Huawei, que com os seus topos de gama e parcerias interessantes tem conquistado cada vez mais público.

A empresa que a semana passada apresentou a sua linha P20/pro/lite, tenta assim chegar ainda mais utilizadores, com vista assumida a conquistar o lugar da Apple e da Samsung. Ao contrário da estratégia da empresa coreana, a Huawei mostrou que está empenhada em inovar e a mostrar ao publico o que há de melhor no mercado, pelo menos com a versão “Pro”. Com um novo design e o primeiro conjunto de câmara tripla, que fazem terminal uma verdadeira máquina fotográfica.

Samsung

E acreditem, com estes novos terminais a empresa chinesa pode muito bem chegar já este ano ao patamar da Apple, e a partir daí é um pequeno salto até ficar mais próxima da gigante Samsung.

A Apple também pode aproveitar esta falta de inovação, e tentar conquistar algum publico Android, porém com os elevados preços que a marca pratica, não vai ser fácil. Apesar que já existem rumores que a próxima versão do iPhone X possa ser um pouco mais acessível.

Não me vou estender mais no resto da concorrência, mas temos de ter em atenção ao que a Xiaomi está a fazer, além dos seus excelentes smartphones a preços bem convidativos, a sua expansão pela Europa pode muito bem significar numa aproximação às três lideres do mercado atual.

A resposta

A resposta é simples, não, este não será o pior ano da Samsung, a marca poderá ter alguma quebra nas suas vendas, isto por várias razões: o smartphone atual dos utilizadores ainda funciona perfeitamente, principalmente os que têm um S8, a concorrência pode conquistar alguns utilizadores da marca coreana mas não o suficiente para fazer “moça”, não esquecer que o preço do S8 baixou, logo é uma boa oportunidade para o adquirir.

O que este ano está/pode acontecer com a Samsung, já se passou com outras marcas, até mesmo com ela própria, basta relembrar o S6 para o S7, onde também só houve pequenas melhorias. A Huawei do P9 para o P10 aconteceu o mesmo, para não falar da Apple com o seu design de 2014, em que só acrescenta pequenas melhorias ano após ano.

De salientar que a marca já teve um grande percalço na sua caminhada ao topo, falo da recolha do Note 7 devido à sua bateria que transformou o mesmo numa autêntica ‘bomba’, mas mesmo assim a empresa conseguiu dar a volta e continuar a conquistar a confiança do seu público.

A Samsung é e vai continuar a ser líder do mercado mobile, pelo menos nos próximos anos.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Rodolfo Januáriohttps://www.instagram.com/lobo.tech/
Bem cedo comecei a interessar-me por computadores e telemóveis, pelas possibilidades que nos davam. Desde então gosto de toda a tecnologia e fico sempre curioso com a sua utilidade e de como funcionam.

3 COMENTÁRIOS

Leia também