PUBG está a matar especialmente entre os mais jovens

A pandemia de COVID-19 provocou diversas alterações nas nossas vidas e sobretudo acentuou diversos comportamentos. Os jogos são um deles. O facto de estarmos muito mais tempo dentro de casa, por exemplo, leva as pessoas a jogarem mais. No entanto, não se pode cair no exagero. Um rapaz de 16 anos perdeu a sua vida depois de jogar PUBG durante vários dias. Dito isto, saltou refeições e nem bebeu água! Mas afinal como pode o PUBG matar? Vício, muito vício.

PUBG está a matar especialmente entre os mais jovens

PUBG matar

Esta notícia avançada pela televisão estatal Indiana revelou que o rapaz que reside em Andhra Pradesh ficou com uma desidratação extrema e não só por não comer nem beber. Quando a família se apercebeu do que se estava a passar, pelo facto dele ter ficado a sentir-se mal, foi reencaminhado rapidamente para um hospital privado na cidade de Eluru. Posteriormente desenvolveu uma diarreia grave e devido a outras complicações teve de passar por uma operação. Infelizmente não sobreviveu a ela.

O PUBG é um dos jogos de Battle Royale mais populares em todo o mundo e está disponível em diversas plataformas, nomeadamente dispositivos móveis, XBOX e Windows. O jogo, como qualquer outro, é muito viciante, caso não se coloquem certas regras. De facto este vício é muito comum entre adolescentes.

PUBG matar

Mas este não é o caso com o PUBG. Já em Janeiro deste ano um homem de 25 anos chamado Harshal Memane morreu depois de um derrame cerebral provocado por ter passado várias horas a jogar este título. Inicialmente começou por queixar-se que não era capaz de mexer o braço direito e a perna quando estava a jogar. Posteriormente foi para o hospital onde foi diagnosticado este problema. Não recuperou e morreu alguns momentos depois.

Na China, está a surgir o mesmo problema. Isto tem levado o governo a introduzir diversas restrições, especialmente para jogos online. Até já estão em vigor medidas como reconhecimento facial e restrições temporárias.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

pub