(Especial) O Firefox está a morrer! Até quando se irá aguentar?

O Firefox está a morrer! Até quando se irá aguentar? – Eu ainda me lembro de andar na escola, e ter vários colegas e amigos completamente frustrados a pedirem-me ajuda para lidarem com o afamado Internet Explorer. Altura em que imediatamente lhes apontava o caminho para a salvação, o Mozilla Firefox!

No entanto, muita coisa mudou na última década. Afinal de contas, hoje em dia, quem domina o mundo dos browsers com um autêntico punho de ferro é a Google com o seu Chrome, e claro, o Firefox continua a cair de dia a para dia. Aliás, ao contrário dos bons velhos tempos, em que ninguém sabia muito bem que alternativas existiam no mundo dos browsers, hoje em dia, toda a gente conhece o Chrome.

Aliás, ao fim ao cabo, o browser da raposa até já perdeu espaço para a nova oferta da Microsoft, o Edge! Que sendo baseado no Chromium, o mesmo motor que dá vida ao Google Chrome, apresenta resultados fantásticos ao nível da performance, e uma integração muito interessante com o Windows 10.



Pois bem, tudo isto levanta uma questão… Até quando irá a Mozilla sobreviver? Até quando iremos ter Firefox como alternativa?

firefox morrer

Portanto, o que está aqui em causa, é até quando irá a Mozilla aguentar como empresa independente, visto que o seu principal produto continua a perder popularidade de ano para ano.

Afinal de contas, em Julho de 2012, o Firefox tinha uma quota de mercado bastante interessante de 23,75%. Contudo, em Março de 2020, esta percentagem já tinha caído para os 3,6%. E pior, em Agosto de 2020, já tinha caído para os 3.3%.

Os problemas são tão graves, que a própria equipa de desenvolvimento tem vindo a ser reduzida ao longo do tempo. Especialmente os engenheiros responsáveis pela segurança e otimização da performance.

Renovação com a Google (3 anos) deu um novo balão de oxigénio! Mas será o suficiente? E até quando irá existir acordo?

Para ter noção da importância da Google na vida da Mozilla, o motor de pesquisa leva entre 400 a 450 milhões de dólares para os cofres da empresa todos os anos. Contudo, como é óbvio, com o browser a ‘morrer’, até quando irá ser possível ter este acordo?

A Mozilla tem sido um exemplo de superação e resiliência em toda a sua história, afinal de contas, estamos a falar de uma empresa que foi capaz de se reconstruir depois do fim do Netscape.

No entanto, os tempos são agora muito diferentes, e os utilizadores parecem menos dispostos a saltar para software desconhecido. Especialmente quando não oferecem nada de novo que os faça ‘saltar’. (E claro, como as equipas de desenvolvimento estão a ser reduzidas significativamente, a possibilidade de existir algo realmente novo e aliciante no Firefox é capaz mais reduzida)

Conclusão

É possível que a Mozilla deixe de existir, mas o Firefox como software nunca irá desaparecer. Afinal de contas, é um software de código aberto, e como tal, as comunidades nunca o irão deixar ‘morrer’. (Mas vai muito provavelmente perder a sua magia e performance capaz de rivalizar com os grandes do mercado).


O Firefox está a morrer! Até quando se irá aguentar? – Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Últimos artigos

Esforço da Intel para Janeiro já sorriu para as câmeras! Mas cuidado

Como já dissemos várias vezes na Leak.pt, a atual gama de processadores Intel Core 12000 disponível no mercado, não equivale ainda ao poderio total...

Dimensity 7000: o primeiro chipset de 5nm da MediaTek

A marca de chips MediaTek é bastante conhecida, sobretudo nos equipamentos de gama-média e entrada de gama. Entretanto e apesar de estar cada vez...

NVIDIA GeForce RTX 3090 Ti: Estas são as especificações finais

Como deve saber, a NVIDIA está a preparar o refresh da sua atual gama de placas gráficas GeForce RTX 30, com uma nova topo...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!