Play Store: atenção a esta app com milhões de downloads!

Temos de ter realmente muito cuidado já que um novo conjunto de aplicações de malware Android, phishing e adware infiltraram-se na loja Google Play Store, enganando mais de dois milhões de pessoas.

Play Store: atenção a esta app com milhões de downloads!

As aplicações foram descobertas pelo Dr. Web antivírus e fingem ser utilitários e otimizadores de sistemas muito úteis. No entanto, na realidade, são as fontes de muitos problemas de desempenho, anúncios e degradação da experiência do utilizador.

Uma aplicação assinalada plo Dr. Web que acumulou um milhão de downloads é o TubeBox, que permanece disponível no Google Play. Ou seja um perigo.

Play Store milhões
Imagem: Bleeping Computer

O TubeBox promete recompensas monetárias por ver vídeos e anúncios na app, mas nunca cumpre as suas promessas, apresentando vários erros ao tentar resgatar as recompensas recolhidas.

Mesmo os utilizadores que conseguem completar o passo final de retirada nunca recebem realmente os fundos. Ou seja a ideia é manter sempre as pessoas na app o máximo de tempo possível, assistindo anúncios e gerando receitas para os programadores.

Outras aplicações de adware que apareceram no Google Play mas que foram removidas, são:

Bluetooth device auto connect (bt autoconnect group) – 1,000,000 downloads
Bluetooth & Wi-Fi & USB driver (simple things for everyone) – 100,000 downloads
Volume, Music Equalizer (bt autoconnect group) – 50,000 downloads
Fast Cleaner & Cooling Master (Hippo VPN LLC) – 500 downloads

Todas estas aplicações geram impressões de anúncios fraudulentos nos dispositivos infetados.

No caso do Fast Cleaner & Cooling Master, que tinha um baixo volume de downloads, os operadores remotos também podiam configurar um dispositivo infetado para funcionar como um servidor proxy. Este servidor proxy permitiria que outras pessoas fizessem o seu próprio tráfego através do dispositivo infetado. Ou seja, podiam fazer coisa ilicitas na Internet através do nosso smartphone. Deste modo as culpas caíam sobre nós.

Play Store milhões

Finalmente, o Dr. Web descobriu um conjunto de aplicações fraudulentas de empréstimos alegando ter uma relação direta com bancos russos e grupos de investimento, cada um com uma média de 10.000 downloads no Google Play.

Os sinais de um smartphone infectado

É necessário que as pessoas estejam muito atentas a estes sinais. Isto pode fazer a diferença entre um roubo de dados e de dinheiro enorme e uma enorme paz de espírito. É a isto que tem de estar atento.

Publicidade a aparecer constantemente, seja qual for a aplicação que está a usar

De facto, este é um enorme sinal de alerta. A publicidade surge e ocupa normalmente o ecrã inteiro ou a parte inferior em qualquer app. Quer esteja no Facebook, no Instagram, na app do banco ou a navegar na Internet.

Android smartphone perigo

Instala uma aplicação e o ícone desaparece imediatamente

Estas aplicações têm algo diferente das outras e por isso muitas pessoas pensam que nem sequer as instalaram. É que quando estão a ser instaladas, surge um aviso a dizer que ocorreu um problema na instalação. Depois o ícone desaparece. Assim a pessoa pensa que ela não está no smartphone, mas na realidade está. Algumas destas ameaças não  roubam dados do utilizador. No entanto, dão cabo da utilização do smartphone. Somos bombardeados com publicidade que depois nos redireciona para portais suspeitos e esses sim, até podem tentar apoderar-se dos nossos dados.

A bateria está a gastar-se muito depressa!

Este é um dos grandes sinais de que algo não está bem. Se até aqui tudo funcionava sem problemas e a bateria durava muito e de repente deixou de funcionar é sinal que alguma coisa mudou. Aplicações a correrem de forma secreta no smartphone ocupam recursos. Como tal, estes recursos fazem com que a bateria se gaste mais depressa. Em alguns casos muito mais depressa.

android, Android smartphone perigo, Play Store milhões

Encontra apps que não reconhece no smartphone

Com tantas apps que se vai instalando é normal que surja algo no smartphone que não reconhecemos de tempos a tempos. Mas uma coisa é uma aplicação aqui e ali. Outra questão é quando estão sempre a surgir novas apps e sobretudo estranhas. Se costuma ver apps desconhecidas no seu smartphone, não seja meigo e apague já.

Play Store milhões

Tem ficheiros bloqueados

O ransomware bloqueia ficheiros nos smartphones Android. No caso de estar infetado é provável que possa tentar aceder a algo e não consiga. No entanto, mais tarde ou mais cedo vai saber. Isto porque será pedido um resgate.

O que pode acontecer num smartphone Android infetado e que o coloca em perigo

Para além de mostrar publicidade de forma constante, o malware pode aceder a informações privadas. O que estas ameaças mais procuram e roubam são as suas credenciais de acesso ao banco, informação do dispositivo, número de telefone, lista de contactos.

Escusado será dizer que isto pode ser utilizado para vários fins. 

Desde acederem ao banco em seu nome, ao venderem as suas informações num mercado paralelo. Aliás muitas vezes recebemos chamadas do estrangeiro a quererem impingir.nos coisas exatamente por causa disso.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Siga-nos ou clique no símbolo da estrela no canto superior direito.
mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Receba a nossa Newsletter

Outros artigos

Google vai sofrer uma revolução com a loucura do ChatGPT

Como deve imaginar, apesar de alguns relatos mais 'flamejantes'...

Televisão 8K de 110” com 3D inovador. Comprava?

Como deve saber, as TVs 4K já são banais...

Intel baixa preço dos processadores em 20% (Core 12000)

No ano passado tivemos um aumento nos preços em...

Odeia o Teams? Isto vai melhorar a experiência!

A pandemia de COVID-19 já está, em grande parte,...

Temos más notícias! The Witcher pode acabar em breve…

Quando falamos em plataformas como a Netflix, temos de...