Tenha cuidado a utilizar pilhas de lítio em vez de pilhas alcalinas!

Se colocou uma pilha AA de lítio num controlador de jogos ou em qualquer dispositivo com um medidor de bateria destinado a pilhas alcalinas, pode reparar que as pilhas parecem ficar sem carga de repente. Isto mesmo que o contador continue a mostrar uma pilha cheia até ao fim. Porque é que isto acontece?

Tenha cuidado a utilizar pilhas de lítio em vez de pilhas alcalinas!

Como são calculados os níveis das pilhas

À medida que a carga de uma bateria se esgota, a quantidade de tensão que emite também diminui. Se souber quanto é que a voltagem vai descer de cheia para vazia, então pode associar a percentagem da bateria ao nível de voltagem atual.

Existem outras formas de calcular a carga da bateria. No entanto estas estão normalmente reservadas para baterias incorporadas. Ou seja, em que o fabricante sabe exatamente que tipo de bateria está dentro do dispositivo. Assim pode então estimar o seu nível com base num registo da quantidade de energia que entrou e saiu da mesma. Ou então utilizando algoritmos que observam o comportamento da bateria. Estes tipos de métodos de gestão do nível da bateria requerem software e hardware de gestão de baterias complicados que, obviamente, não se encontram dentro de uma pilha AA, pelo que, para a maioria dos aparelhos que utilizam pilhas AA, será uma questão de a tensão atual corresponder a uma determinada estimativa da percentagem da bateria.

Curvas de descarga de tensão diferentes

É aqui que reside a maior pista sobre como as pilhas AA de lítio se comportam em aparelhos que foram concebidos com pilhas alcalinas em mente. Ambos os tipos de pilhas fornecem a gama de tensão correcta para esses dispositivos. As pilhas AA estão normalmente na gama de 1,2 V a 1,5 V. Isto dependendo da química exacta da pilha. Por exemplo, as pilhas de níquel-cádmio (NiCd) têm uma tensão nominal de 1,2 V e as pilhas alcalinas têm 1,5 V. As pilhas de lítio AA também têm uma tensão nominal de 1,5 V, pelo que, do ponto de vista do dispositivo, está tudo bem, com o nível correto de energia fornecida.

No entanto, há uma grande diferença na forma como a saída de tensão de uma pilha alcalina cai em comparação com uma pilha de lítio. Uma pilha alcalina tem uma queda gradual e previsível à medida que se descarrega. Uma pilha de lítio, por outro lado, fornecerá a sua tensão nominal até ao momento em que a pilha se esgota, após o que a tensão cai subitamente.

É por isso que as pilhas AA de lítio parecem indicar uma bateria cheia ou quase cheia até ao momento em que se esgotam. É bastante irritante quando se está a jogar. Mas para alguns dispositivos, isto pode ser um problema mais sério ou inconveniente.

pilhas de lítio

Evite pilhas de lítio para estes dispositivos

Embora não haja problema em utilizar pilhas AA de lítio em qualquer dispositivo concebido para pilhas AA, este problema do nível da pilha pode ser bastante incómodo em alguns casos. Por exemplo, imagine que está a verificar o nível da pilha de um walkie-talkie ou de uma câmara digital. Isto antes de sair de casa e que esta parece estar cheia, mas que fica sem bateria alguns minutos depois de a utilizar. Da mesma forma, se tiver um detetor de fumo concebido para ser utilizado com pilhas alcalinas, este pode não avisar atempadamente que a pilha está fraca. Se quiser usufruir dos benefícios da tecnologia das pilhas de lítio num dispositivo como um detetor de fumo, é melhor comprar um detetor de fumo concebido para o efeito. Por exemplo, um detetor de fumo com bateria selada de 10 anos sabe exatamente quando a sua bateria está prestes a acabar.

A coisa mais importante a saber é que uma pilha de lítio utilizada num dispositivo concebido para pilhas alcalinas pode resultar em informações incorrectas sobre o nível da pilha. Se as utilizar num dispositivo sem contador de pilhas, não há problema. No entanto, se um nível de bateria exato for importante, é melhor usar exatamente o tipo de bateria que o fabricante pretende.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados