(Especial) Modo incógnito/anónimo promete muito mas faz pouco!

É fã do modo incógnito dos muitos browsers que andam por aí? Acredita realmente que neste modo de navegação, a sua informação está protegida? Ahah, seu ingénuo! Mesmo que use o browser mais seguro do planeta, e utilize os modos de navegação privada ou anónima, vai continuar a ser rastreado.

Muito resumidamente, se quer privacidade e segurança, apostar apenas e só neste tipo de modos não vale de nada, é preciso ir um pouco mais além.

O modo incógnito não é assim tão incógnito quanto isso!

o modo incógnito

Primeiramente, vamos perceber o porquê do modo incógnito, não ser afinal assim tão incógnito quanto isso. Afinal de contas, com este tipo de nome, seria de esperar alguma privacidade extra, mas não.

O que estes modos fazem é, apagar o seu histórico de navegação, e apagar as cookies. Mas a privacidade na Internet é bem mais que isto. Curiosamente, pode fazer downloads, e favoritos que marcar, vão continuar a existir mesmo depois de sair deste tipo de modo. Aliás, a própria Google já foi posta em tribunal por monitorizar os utilizadores no modo incógnito do Chrome. Um processo de 5 mil milhões de dólares, isto mesmo tendo em conta que a Google avisa que o modo incógnito tem as suas falhas.

Paralelamente, o seu histórico de navegação não fica registado apenas no seu computador ou smartphone. O seu fornecedor de internet consegue ver tudo o que anda a fazer enquanto navega. Aliás, se for requerido, o seu ISP (Fornecedor de Internet), pode ter de entregar toda a informação que tem sobre si.

Ainda mais curioso que tudo isto, o modo incógnito não esconde o seu endereço IP. E claro, se por acaso fizer log-in em qualquer site, mesmo neste modo ‘privado de navegação’, estas plataformas vão obviamente registar a sua presença, e claro, monitorizá-lo. (Ex: Facebook, Amazon, Netflix, Google Services, etc…)

Quando é que faz sentido usar o modo incógnito?

  • Primeiramente, quando está a usar o aparelho de outra pessoa. Dessa forma, evita que pessoas próximas de si tenham acesso a informação e preferências suas.
  • Quanto utiliza uma máquina partilhada.
  • Quando pesquisa assuntos pessoais ou delicados.

Conclusão

Se realmente quer privacidade na sua vida online, o melhor é mesmo optar por um browser que se foque na segurança, como o Tor, o Brave ou o Firefox. E claro, usar uma VPN!

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Em destaque

Leia também