O MIUI 11 foi anunciado o mês passado durante o evento de lançamento do Mi MIX Alpha e Mi 9 Pro 5G. Ora, passadas algumas semanas, eis que este fabricante já começou a disponibilizar a nova versão para o Redmi K20 e para o Redmi 7. Esta atualização chega como MIUI V11.0.3 (V11.0.3.0.PFJCNXM) para o Redmi K20 e tem “apenas” 700MB em tamanho. Para o Redmi 7 a atualização tem o número de versão 11.0.1.0.PFLCNXM. Entretanto, esta última inclui também as correções de segurança para Setembro.

Redmi K20 e

MIUI 11 chega ao Redmi K20 e Redmi 7 com muitas novidades! Aqui estão as principais. 

Primeiramente, já tinhamos referido na Leak que um dos focos da nova versão seria a obtenção de um design mais “clean”.

Com o MIUI 11, a Xiaomi aplicou de facto um toque mais moderno. À semelhança do que fez a Huawei e a Samsung, a Xiaomi avançou e mudou não apenas a aparência, mas também o design geral da interface do utilizador. Agora, tudo foi desenvolvido para estar mais acessível com apenas uma mão.

Redmi K20 e

Esta mesma linguagem de design foi aplicada a quase todas as partes da nova interface, resultando numa aparência limpa e moderna. Muita da tralha do MIUI 10 foi removida da interface e está claramente muito melhor do que antes. Há muito mais espaço em branco e cores fortes, que é a tendência atual no mercado de smartphones.

O modo escuro não podia faltar na nova interface da Xiaomi que chega ao Redmi K20 e Redmi 7

O Modo Escuro é uma das principais características do Android Q e o MIUI 11 apostou nele com algumas personalizações. A implementação da Xiaomi parece ser muito semelhante ao modo escuro EMUI da Huawei, na medida em que muda a cor de todas as aplicações de sistema e usa um verdadeiro modo escuro, em oposição ao modo mais azul e cinza escuro do Android Q.

Nova fonte

A Xiaomi apresentou uma nova fonte, que a empresa alega ser muito simplificada e adequada para praticamente qualquer situação. A nova fonte MiLan Pro segue a tendência geral de design de toda a interface. No entanto pode ser facilmente mudada sem dificuldade.

Ecrã sempre ligado

Aqui que a Xiaomi chama de ecrã ambiente é um pouco diferente das implementações de outras empresas. É que a Xiaomi preocupou-se mais com a personalização. O utilizador pode personalizar o relógio que aparece no ecrã “always-on” e há muitas opções disponíveis. Entretanto, os utilizadores também podem criar a sua própria mensagem personalizável que aparece neste ecrã.

Para além disso as animações neste modo podem servir como um indicador de notificações.

Sistema de som dinâmico

A Xiaomi atualizou todos os sons de alarme e de notificação para serem dinâmicos na nova interface. O que isto significa é que os sons gerados podem mudar dependendo de variáveis como local e hora do dia.

A produtividade também não foi esquecida no Redmi K20 e Redmi 7

A Xiaomi adicionou novas ferramentas de produtividade. A Mi Work Productivity Suite apresenta quatro aplicações novas da empresa. Todos eles foram desenvolvidos para diferentes subconjuntos de trabalho.

Partilha de ficheiros

A aplicação Mi Share da Xiaomi permite que dispositivos com o MIUI 11 partilhem ficheiros entre portáteis Xiaomi, smartphones Xiaomi, dispositivos Oppo e dispositivos Vivo. Tudo de uma forma fácil e rápida. Possui uma interface muito simples e transfere ficheiros muito mais rapidamente do que com os métodos standard a 82MB/ .

Está também presente um leitor integrado de documentos. Foi desenvolvido em parceria com o WPS Office e tem muitas melhorias. Suporta todos os tipos de documentos como PDFs, powerpoints, ficheiros de excel e word.

A Xiaomi pensou de facto em tudo e até temos um MIUI 11 mais amigo de quem precisa de fazer alguma apresentação. Vem com uma ferramenta de apresentação que pode fazer streaming de conteúdos para um ecrã e ao mesmo tempo permite ao utilizador adicionar notas ou um dedo como se fosse um ponteiro laser.

A nova interface também permite imprimir de uma forma muito mais simples. Escolha a marca da impressora e emparelhe-a com o smartphone. Tudo é tão simples quanto isso.

O MIUI 11 tem também uma aplicação que permite gerir as viagens e afins, embora a nível global não tenha grande interesse.

No entanto, passamos agora para um ponto importante da nova interface!

Está presente um novo modo que garante maior autonomia e que é essencialmente o modo de poupança de energia puxado ao máximo. Não foram revelados muito pormenores acerca do lançamento. No entanto sabemos que pode durar um dia inteiro com apenas 5% de bateria. Ou seja será seguro dizermos que o Redmi K20 e o Redmi 7 vão ganhar melhor autonomia!