Cuidado: o ecrã do seu iPhone pode estar a ser gravado!

A plataforma iOS já foi muitas vezes reconhecida pela sua segurança. Quantas vezes já ouvimos dizer que no iPhone não entra nada. No entanto, parece que este ambiente ultra-seguro já não corresponde tanto à verdade. É que segundo a empresa TheAppAnalyst há aplicações iOS a gravarem tudo o que se passa no ecrã do seu smartphone. Já alguma vez pensou que podia estar a ser gravado?

De facto, os problemas parecem estar principalmente nas aplicações de turismo.

Diversas aplicações internacionais de empresas como a Hollister, Expedia, Air Canada e Fitch, apenas para nomear algumas, estão a gravar tudo o que se passa no seu ecrã.

Pode estar a ser gravado sem qualquer tipo de consentimento!

Inicialmente, as aplicações utilizavam cookies, dados dos utilizadores e as informações provenientes do Analytics. Agora deram um passo à frente e passaram a gravar tudo o que se passa no ecrã, sem conhecimento do utilizador.

É que muitas aplicações para iPhone estão a gravar tudo o que se passa no seu ecrã, juntamente com diversas informações confidenciais.

Estas aplicações nem sequer estão a deixar de fora dados como número do passaporte, cartões de créditos e outros dados sensíveis. Ou seja, tudo gravado. 

Aplicações como Abercrombie & Fitch utilizam tecnologias de terceiros, nomeadamente da Glassbox, para gravar todos estes dados.

gravado

A chamada tecnologia de “session replay” permite às empresas gravarem e verem posteriormente o que se passa nos ecrãs.

Para além disso, também permite ver como o utilizador interage com a aplicação. Assim podem efetuar eventuais correções.

Isto é algo que se passa a outro nível nos sites. Aplicações como o Hotjar permitem monitorizar tudo o que se passa num determinado website. Ou seja, onde o utilizador clicka, passa mais tempo com o rato, para onde fica mais tempo a olhar. Isto é informação muito útil para todos os marketeers e webmasters. No entanto, é diferente. Para já, caso o utilizem, são obrigados a referir na política de privacidade. 

Entretanto para tentar perceber um pouco a dimensão do problema, a empresa App Analyst tentou colocar uma ferramenta a funcionar para interceptar os dados enviados. O que importa salientar é que não foi possível chegar a uma conclusão específica.

Ou seja, não é totalmente perceptível que aplicações estão a gravar os dados ou não. Um perigo!

Resta agora à Apple analisar este facto e adicionar algumas políticas à sua loja que obriguem as apps a informar os utilizadores acerca de tudo aquilo que podem fazer ou não.

Fonte