Na descrição do evento não existe qualquer menção a um novo produto. No entanto, já há muito que ouvimos rumores de que a Intel vai lançar um novo processador no verão.

Intel Computex Octa-Core

E para isso não existe melhor lugar que a Computex, visto que jornalistas de todo o mundo ficaram mais do que felizes de fazer a cobertura.

Temos de ter em conta que Intel confirmou recentemente alguns problemas no seu processo de fabrico de 10nm. O que irá atrasar a sua nova geração ‘Canon Lake’, e aumentar o foco da empresa na actual arquitectura, para não perder mais mercado para a AMD.

Dito isto, os parceiros da gigante dos processadores, já esperam com alguma impaciência a chegadas dos novos ‘Coffee Lake – S’. Processadores Octa-Core que devem vir com uma nova plataforma, a Z390.

Tudo numa tentativa de competir directamente com os novos chips octa-core da AMD já no mercado, os Ryzen 2000.


Anúncio da Intel

Intel Computex Octa-Core

“Avanço da Computação, Conectividade e Comunicações”

“Junte-se à Intel na COMPUTEX 2018 para descobrir como a empresa está a trabalhar para o futuro da computação, conectividade e comunicações através de inovações avançadas em computação de clientes, inteligência artificial, Internet das Coisas bem como transformação da rede 5G.”


Intel Z390, mais um socket ?

Intel Computex Octa-Core

Depois de muito se falar acerca do chipset Intel Z370, por ser extremamente parecido com o Z270 e até por talvez nem haver necessidade de ser lançado… Chegou um documento à Internet que prova a existência de mais dois chipsets que vão acabar por o substituir.

Isto porque os novos processadores da Intel ‘Coffee Lake-S’ devem chegar ao mercado acompanhados por uma nova plataforma, a Z390, que deverá ser tudo aquilo que a Z370 deveria ter sido… mas que nunca foi.

O que se diz por aí é que com a pressa de lançar os Coffee Lake, a gigante dos processadores lançou a plataforma Z370 à pressa… A ideia era que esta plataforma conseguisse pelo menos oferecer o hardware e mecanismos necessários para alimentar os novos processadores.

No entanto, acabou por ser uma Z270 v.2, como até já pudemos perceber pelo número de ‘modders’ que conseguiram correr os processadores mais recentes nas “velhas” plataformas Z170 e Z270.

Mas fique descansado, as motherboards Z390 bem como o resto da série 300 vão suportar todos os processadores Intel ‘Coffee Lake’ e ‘Cannon Lake’, de acordo com um documento oficial da Intel.

Fonte