Cinemas de volta? Nem todos os filmes vão para o streaming!

Não é novidade para ninguém que os últimos meses têm sido um pesadelo para a indústria do cinema. Afinal de contas, a pandemia provocada pelo COVID-19 encerrou a grande maioria das salas por esse mundo fora.

Aliás, mesmo durante os períodos de desconfinamento em que algumas salas estiveram abertas… Poucos foram os fãs do mundo do cinema que foram às salas! Tudo por medo do que poderia acontecer, e também devido às muitas limitações impostas pelo governo.

Por isso, na segunda metade de 2020, e início de 2021, vimos vários estúdios a anunciar que iriam começar a apostar no mundo do streaming. Isto em vez de adiarem ad eternum todos os filmes que já estavam prontos para exibição. Contudo, nem todos os estúdios querem trocar as velhas prioridades, preferindo continuar a apostar em lançamentos exclusivos nas salas de cinema.



Esperança para os cinemas? Nem todos os grandes filmes vão para o streaming

cinema

Portanto, a WarnerMedia anunciou há alguns meses atrás, que todos os seus filmes lançados em 2021, iriam para as salas de cinema e plataformas de streaming ao mesmo dia e à mesma hora. Mas agora que os Estados Unidos já estão a vacinar 3 milhões de pessoas por dia, e que o ritmo de vacinação está a subir um pouco por todo o mundo, a gigante do cinema veio agora afirmar que esta estratégia irá terminar no fim do ano.

Ou seja, a partir do próximo ano, os novos filmes da WarnerMedia vão primeiramente para as salas de cinema, e 45 dias depois, irão aparecer nas plataformas de streaming. Na prática, estamos a falar de um período de exclusividade de mês e meio para as tradicionais salas de cinema.

Entretanto, em 2021, continuamos a ver grandes estúdios a apostar no streaming!

Como é o exemplo da Disney com o seu Disney+ Premier Access, que além da subscrição, ‘obriga’ os utilizadores a pagar extra para ver os mais recentes lançamentos de filmes na plataforma. É uma jogada que aparentemente está a correr bem, visto que é possível ganhar dinheiro pelos filmes, ao mesmo tempo que se agarra o utilizador à plataforma.

Em suma, se os planos de vacinações correrem bem nos Estados Unidos e Europa, é muito provável que o mundo do cinema volte à normalidade na segunda metade de 2021 ou início de 2022. Esperemos que sim!


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados