Cientistas já avisaram… Não troque tanto de smartphone!

Caso não saiba, o ano de 2019 é o ano da Tabela Periódica! E por isso, para festejar os 150 anos da icónica e ‘velhinha’ tabela, vários cientistas criaram uma versão revista, para de certa forma chamar a atenção aos elementos que começam a ser escassos, mas que são amplamente utilizados na produção de equipamentos eletrónicos, nomeadamente os nossos fieis companheiros do dia a dia… Os smartphones!

A criação da Universidade de St Andrews e EuChemS (European Chemical Society), oferece uma visão gritante do amplo uso e pouca re-utilização de vários elementos da tabela periódica.

É impressionante perceber, que tudo no mundo é criado a partir de 90 tijolos, 90 elementos naturais. No entanto, todos eles são limitados, e estão a ser usados tão rapidamente… Que irão desaparecer do mundo em menos de 100 anos.

de smartphone

No espaço Europeu, são deitados para o lixo cerca de 10 milhões de smartphones todos os meses!

Cada smartphone é produzido utilizando cerca de 30 elementos, nos quais 17 estão a chegar a níveis preocupantes de uso. Primordialmente, tendo em conta que se encontram em zonas de conflito, e porque ainda não os conseguimos re-utilizar.

O smartphone é uma das maiores preocupações destes cientistas, afinal de contas, qualquer pessoa troca de telemóvel todos os anos ou de dois em dois anos.

“Temos de começar a perceber o risco que é ficar sem estes elementos de forma natural! E por isso, precisamos de melhorar as nossas práticas de reciclagem.”

As maiores ameaças!

A EuChemS mete algum ênfase no Indium (In), Phosphorus (P) e Lithium (Li).

  • O Indium é usado nos ecrãs dos smartphones, e tendo em conta o nível de consumo atual, deverá desaparecer nos próximos 50 anos.
  • O Fósforo é curiosamente usado no nosso próprio corpo, primariamente para a formação de ossos e dentes. A maioria dos minerais de fosfato que usamos, acaba no esgoto.
  • O Lithium é usado primariamente nas baterias, e por acaso até é bastante fácil de reciclar. Contudo, é necessário ser mais eficiente nesta reciclagem, ou iremos acabar com o elemento nas próximas décadas.

A tabela periódica revista foi lançada pelo Parlamento Europeu no dia 22 de Janeiro por Catherine Stihler e Clare Moody.


O que pensa sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo!

Fonte