iPhones de 2020

É muito provável que tenhamos um iPhone 5G com tecnologia Qualcomm em 2020 ou possivelmente em 2021. Sabemos isto porque a Apple colocou um ponto final em todos os processos contra a Qualcomm e assinou um contrato de seis anos com a empresa apenas para que isto aconteça. No entanto a Apple quer algo mais nos iPhones de 2022.

Apple quer os seus próprios modems 5G nos iPhones de 2022

No entanto, de acordo com um relatório da Fast Company, a Apple tem o objetivo muito ambicioso de lançar um iPhone equipado com o seu próprio modem 5G até 2022. Embora isto não seja certamente impossível, não deixa de ser uma ambição elevada, considerando que a Apple está a começar do zero no que diz respeito à criação dos seus próprios modems.

iPhones de 2022

Anteriormente, já tinhamos ouvido rumores de que o modem para o iPhone 5G da Apple – que seria na altura criado pela Intel – estava a cinco anos de estar comercialmente pronto. De alguma forma, a Apple parece que vai conseguir dar a volta ao assunto e acelerar dois anos a disponibilização do primeiro iPhone 5G.

Independentemente de a Apple conseguir ou não este objetivo, provavelmente pouco vai importar. A Apple pode usar sem qualquer problema os modems da Qualcomm nos iPhones futuros e sem qualquer preocupação. É que a última coisa que este fabricante quer fazer é instalar um modem que não funcione tão bem quanto o da Qualcomm. De facto, esta é uma das principais razões pelas quais a Apple deixou de trabalhar com a Intel numa primeira fase.

Entretanto, a Apple não tem apenas de se preocupar com a criação do seu próprio modem. Dito isto, também tem de levar em consideração a aprovação das regulamentações e os procedimentos de otimização das operadora para garantir que o iPhone 5G funciona em todas as redes das principais operadoras.

Será interessante percebermos se vai conseguir tudo isto a 2022. A conseguir, será que não chega tarde comparativamente aos irmãos Android? Só o tempo o dirá.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.